Publicidade

Argentina vence Chile, fica em terceiro. Messi é expulso e detona Copa América

Postado em 06/07/2019 19:35

Messi, revoltado, disparou após sua expulsão na vitória da Argentina por 2 a 1 sobre o Chile, na disputa pelo terceiro lugar da Copa América.

O craque recebeu cartão vermelho aos 37 minutos do primeiro tempo, após desentendimento com o chileno Gary Medel. Como forma de protesto, Messi sequer voltou a campo depois da partida para receber a medalha de bronze da Copa América – o zagueiro Otamendi também não foi.

Depois das frases que falou diante da eliminação contra o Brasil, quando criticou duramente o uso do VAR e fez ataques a Conmebol. Messi foi mais incisivo desta vez: afirmou que a Copa América está desenhada para a seleção brasileira vencer.

A verdade tem que ser dita, eu vou tranquilo, com a cabeça em pé e orgulhoso desse grupo em crescimento. Quero que respeitem esse grupo, ele tem muito o que dar – completou Messi.

Messi deixa a Copa América com apenas um gol marcado, de pênalti, no empate em 1 a 1 com o Paraguai, na segunda rodada. O camisa 10 terá de cumprir suspensão na estreia das próximas Eliminatórias para a Copa do Mundo, que começam em março do ano que vem.

Esta foi a segunda expulsão de Messi na carreira. O jogador, que nunca levou um cartão vermelho pelo Barcelona, havia sido expulso apenas uma vez pela seleção argentina, justamente em sua estreia, em 2005, num jogo contra a Hungria.

Confusão com Medel

– Ele é um jogador que vai sempre assim, vai ao limite, tem muitas dessas brigas durante a partida. Não era lance para vermelho para nenhum dos dois. Foi um lance de jogo que termina ali, amarelo para cada um e pronto. Antes de começar o juiz me disse: “Sou um árbitro que não gosta de falar muito, espero que nos demos bem e levemos o jogo bem”. E na primeira ele me tira? Me tira o cartão vermelho.

Desempenho na Copa América

– Estamos contentes, mesmo não tendo vencido a Copa. Mas, como terminamos, com grandes jogos, contra seleções de bom nível, competitivas… Este é o caminho, creio que encontramos a ideia. Agora é fortalecer e seguir em crescimento.

Do que mais gostou?

– Creio que há muita personalidade no grupo, não é fácil começar a Copa América como foi, perdendo e depois empatando com o Paraguai, não encontrando a dinâmica de jogo, e em nenhum momento se viu reflexo no grupo, na cabeça de cada um, pelo contrário, o elenco se fez mais forte do que nunca e terminou como foi.

Atuação contra o Chile

– Muito parelho, hoje encontramos o gol e isso fez com que a equipe jogasse de outra maneira, tivemos mais liberdade. Reduzimos um pouco mais, o Chile tinha mais a bola, usava linha de 3 e os laterais tinham a bola. É difícil para nós pressioná-los todo o tempo, mas os dois jogos foram bons.

Expulsão sem VAR

– Não sei, também estava o VAR, outra vez não se usou, poderia ser revisada a expulsão. Vou tranquilo apesar da bronca de não poder terminar esse jogo, estávamos bem, mas já passou.

Não fui à premiação porque nós não temos de ser parte desta corrupção. Nos faltaram com respeito durante toda a Copa. Não nos deixaram chegar à final – reclamou Messi.

Brasil campeão? Creio que não haja dúvida. Lamentavelmente creio que está armada para o Brasil. Tomara que os árbitros e o VAR não interfiram e que o Peru possa competir, porque tem time pra isso. Mas vai ser difícil.

 

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!