Após vitória sobre o Flamengo, El Turco diz que pressão sempre foi externa. - Portal MPA

Publicidade

Após vitória sobre o Flamengo, El Turco diz que pressão sempre foi externa.

Postado em 20/06/2022 12:42
Publicidade

O técnico Turco Mohamed, enfim, respira no Galo. Depois de amargar quatro jogos sem vencer e ter o cargo ameaçado, o argentino viu o Atlético quebrar o jejum de vitórias no Brasileirão em cima do Flamengo, neste domingo, no Mineirão. O Galo venceu por 2 a 0 com gols de Nacho Fernández e Ademir.

Em coletiva após a partida, Mohamed agradeceu aos jogadores pela resposta dentro de campo e disse que recebeu a pressão dos últimos dias com tranquilidade.

“Primeiro, agradecer a todos que trabalham no clube, diretoria e especialmente aos jogadores, pelo compromisso. Não são só palavras, são atitudes dentro de campo.”

“Eu recebi (a pressão) de uma maneira bem tranquila, porque estou acostumado a trabalhar em equipes grandes, importantes, que têm muito torcedor. Sempre estive respaldado por diretores, com tranquilidade para trabalhar e tomar a melhor decisão. Sei que quando não se ganha uma partida, se ascende os rumores, mas o mais importante é a resposta dos jogadores dentro de campo”.

A vitória por 2 a 0 em cima do Flamengo veio após uma sequência de quatro jogos sem vencer no Campeonato Brasileiro (Palmeiras, Fluminense, Santos e Ceará). Questionado sobre a mudança de postura da equipe, Mohamed atribuiu os três pontos à melhora individual dos jogadores e à alta intensidade da equipe.

“O futebol é um jogo coletivo, de equipe, mas que depende de individualidades. Hoje tivemos as individualidades lá em cima e por isso a equipe estava lá em cima. O mais importante é manter essa intensidade e esse nível individual, essa competência interna do time para poder ter esse nível. A equipe teve uma intensidade muito alta hoje e esse é o caminho que temos que seguir. Sabemos que somos uma grande equipe, temos tido algumas dificuldades nas últimas partidas, mas confio muito nesse grupo. Quando a situação parece difícil e complicada, esse grupo tem a capacidade de resiliência, de sair pra cima”.

Na próxima quarta-feira, Atlético e Flamengo voltam a se enfrentar no Mineirão. Desta vez, pela Copa do Brasil. Apesar de vencer os cariocas neste domingo, Mohamed espera um jogo diferente. O técnico, no entanto, deseja ver a mesma postura dentro de campo.

“Temos que fazer e manter a mesma intensidade, a mesma ilusão de ganhar, e a mesma humildade para competir. Nada mais”.

FUTEBOL MINAS FM

Publicidade