Após empate contra o lanterna, Lisca quer América "ligado" contra o Cruzeiro. - Portal MPA

Publicidade

Após empate contra o lanterna, Lisca quer América “ligado” contra o Cruzeiro.

Postado em 30/11/2020 11:49

O empate por 1 a 1 com o Oeste, lanterna da Série B, não estava nos planos de Lisca. O América teve atuação abaixo do que vinha apresentando, conforme avaliação do treinador. Porém, ele quer evitar lamentações. O Coelho segue firme na vice-liderança da competição e precisa manter o foco para alcançar a vaga na Série A do Campeonato Brasileiro.

“Jogo tecnicamente abaixo daquilo que a gente vinha fazendo, com muitas dificuldades ofensivas. Não conseguimos suplantar a defesa do Oeste, que também muitas vezes parou as jogadas com lances violentos, fazendo faltas por três. Travaram muito a partida”.

Advertisement

“Não conseguimos nosso objetivo principal, que eram os três pontos, mas, quando você não leva os três, tem de levar ao menos um. Vamos valorizar esse ponto, mesmo sabendo que não era o que a gente queria. Não vamos ficar lamentando.”

O próximo compromisso do América é o clássico com o Cruzeiro. O duelo será na quarta-feira que vem. Lisca planejou um descanso aos atletas no fim de semana, para retomar a preparação nesta segunda-feira. Na sexta, após o empate com o Oeste, o treinador aproveitou para acompanhar a derrota do Cruzeiro para o Confiança.

“Demos o descanso para os jogadores no domingo, até para uma recuperação emocional, porque é muito foco em competição, em vitórias, a Copa do Brasil também nos desgastou bastante. Hoje começa a preparação, que já começou na verdade, com todo mundo olhando o jogo do Cruzeiro”.

Uma situação durante o jogo com o Oeste incomodou Lisca. O volante Zé Ricardo precisou ser retirado aos 19 minutos do primeiro tempo. O jogador foi liberado do departamento médico durante a semana, após tratar uma lesão na coxa esquerda. Para o técnico, houve um erro de avaliação. Segundo ele, haverá uma apuração interna do caso.

“Preocupa ele ter saído cedo, porque o Zé estava liberado para a partida, e mostrou que não tinha condições de jogar. Vamos internamente apurar onde foi o nosso erro para não repetir situações assim, porque perder um jogador com 14 minutos, você perde uma troca e expõe o jogador a ter uma lesão um pouco maior. A nossa avaliação em cima da condição do Zé Ricardo foi errada e vamos trabalhar para não se repetir”.

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade