Conheça sinais que indicam que você será demitido

Postado em 21/10/2018 14:13

Conheça sinais que indicam que você será demitido

Fonte: Estado de Minas

 

Desânimo, falta de motivação, despreparo, estagnação… Muitos profissionais se acomodam, deixam de ter atitude ativa, não se posicionam e depois, aos serem demitidos por seus superiores, se assustam e não sabem a razão de perder seu lugar dentro de uma empresa. Os sinais são muitos, portanto, têm de estar atentos todos os dias. Susanne Andrade, especialista em desenvolvimento humano e autora do best-seller O poder da simplicidade no mundo ágil, afirma que, em alguns momentos, a demissão de um funcionário faz bem para ambos os lados.
 
Demitir um funcionário nunca é uma tarefa fácil. No entanto, quando o desligamento é necessário, seja por resultados pouco satisfatórios ou clima ruim no ambiente de trabalho, agir passa a ser necessário, mas tal atitude deve ser feita da forma mais amigável possível. Não pode faltar respeito.
 
Para Susanne Andrade, “muitas vezes, um funcionário insatisfeito contamina o ambiente com afirmações negativas, postura inadequada e, consequentemente, diminui a produtividade de toda a equipe. Nessas horas, identificar esse perfil e cortar o mal pela raiz é o melhor a ser feito. Afinal, essas atitudes mostram que o profissional não está gostando de trabalhar na corporação, e a empresa não está ganhando com a presença dele”.
 
Conforme a especialista, para identificar esses sinais, é preciso que o gestor acompanhe o dia a dia da equipe e a forma que cada um dos profissionais age em situações cotidianas. “O time está trabalhando em harmonia? Há compatibilidade com os princípios da empresa? Todos estão cumprindo suas metas? O nível de aproveitamento da equipe está satisfatório? Esses são aspectos que devem ser observados pelo líder com frequência, para saber se a saúde da equipe está em dia”.
 
Ter um funcionário insatisfeito é ruim tanto para o empregador quanto para o empregado: “O profissional não está trabalhando com aquilo que gosta, o que relativamente já é um problema que ele precisa resolver para atingir o seu bem-estar pessoal, e a empresa não conta com um profissional engajado, que acredita nos seus valores e trabalha com disposição”.
 
No entanto, Susanne Andrade ressalta que, antes de qualquer atitude,  é importante que o colaborador receba feedbacks sobre o seu comportamento e suporte para mudar. Mas, se a situação não melhorar, “é chegada a hora de romper o relacionamento com este colaborador, o que será benéfico para todos. Ele deve encontrar uma empresa mais alinhada com o seu propósito, e dar espaço para alguém que esteja alinhado com o propósito da empresa fazer parte do time.”
 
DE OLHO NOS SINAIS:
 
FALTA DE TRABALHO EM EQUIPE
O funcionário se recusa a trabalhar com os colegas, acha que está fazendo mais do que a sua função determina, aponta empecilho em tudo o que o seu gestor pede. “Essas atitudes demonstram que ele não está satisfeito com o que está fazendo na empresa e que é hora de ele mudar. Principalmente no ambiente corporativo atual, no qual as empresas estão exigindo cada vez mais sinergia entre os funcionários, o trabalho em equipe é essencial.”
 
COMPROMETIMENTO ZERO
O funcionário chega atrasado, não cumpre o cronograma das tarefas que assumiu a responsabilidade, precisa ser lembrado de tudo o que deve fazer no seu dia a dia, das metas. “É hora de a empresa ligar o sinal vermelho, chamar o profissional para uma conversa para ver o que está acontecendo. Se ele não melhorar, é sinal de que a demissão é a melhor solução. Afinal, um funcionário desinteressado contagia toda a equipe.”
 
INDISPOSIÇÃO COM OS COLEGAS
Não adianta o funcionário cumprir as metas e ter um péssimo relacionamento com a equipe. Se qualquer discordância é motivo de discussão, é preciso avaliar se a presença dele é realmente importante para a corporação. “Muitos conflitos e discussões desmotivam o time, porque tornam o ambiente corporativo tenso e cansativo. E é na empresa que passamos a maior parte do nosso dia.”
 
CONDUTA QUESTIONÁVEL
O funcionário está sempre reclamando de tudo, apontando defeitos nos colegas de trabalho, fala de um para o outro, e acha que os outros fazem menos do que ele e são mais valorizados. “É o típico profissional que não soma dentro da empresa, e que não está satisfeito como que está fazendo. Isso mostra que é hora de mudar.”
 
DESMOTIVAÇÃO EVIDENTE
 
Quando o profissional está desmotivado, ele não encontra alegria no que faz e, consequentemente, não atinge as metas. Esse funcionário não gosta de trabalhar em equipe, entra mudo e sai calado das reuniões, não traz novas ideias para a corporação e não se interessa em saber nada sobre a saúde da companhia.

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Real Time Web Analytics