fbpx
Pular para o conteúdo

Minas Gerais recebe Rally da Safra com produtividade da soja em queda

Image

Os técnicos percorrerão o noroeste do estado, passando pelas regiões de Unaí, Paracatu, Patos de Minas e Uberlândia

Técnico do Rally da Safra avalia lavoura de soja Eduardo Monteiro / Rally da Safra

Com lavouras prejudicadas pela estiagem e altas temperaturas em dezembro e janeiro, Minas Gerais estará no roteiro do Rally da Safra para avaliação da soja a partir de segunda-feira, dia 4 de março. Os técnicos percorrerão o noroeste do estado, passando pelas regiões de Unaí, Paracatu e Patos de Minas, seguindo então em direção ao leste de Goiás e retornando a Minas para encerrar a etapa em Uberlândia, no Triângulo Mineiro, no dia 8 de março.

Até mesmo as lavouras irrigadas apresentam produtividades abaixo do esperado em razão das altas temperaturas em dezembro e janeiro. A estimativa da Agroconsult, organizadora de expedição, é de uma produtividade de 57 sacas/hectare, contra 65,3 sacas por hectare na safra passada.

O coordenador do Rally, André Debastiani, explica que este é um momento importante da safra para avaliação das áreas de soja nos dois estados. “Procuramos fazer amostras das lavouras com a colheita em andamento, de preferência com 20% a 50% das áreas colhidas, obtendo assim um quadro melhor da situação e considerando as diferenças entre as lavouras e as diferentes épocas de plantio”, diz.

Tecnologia como aliada no trabalho de campo:
Para planejar o Rally da Safra e definir as rotas, são utilizadas imagens de satélite de cada região. No dia a dia, os técnicos fazem o levantamento quantitativo e qualitativo das lavouras escolhidas aleatoriamente. O levantamento qualitativo inclui a análise de pragas, doenças, o uso do plantio direto e outros indicadores que auxiliam a compor a estimativa de safra. Já no quantitativo, são analisados os componentes de rendimento da soja, com a contagem dos números de plantas, de vagens por planta e de grãos por vagem para ter uma visão do comportamento das lavouras em cada região, considerando o ciclo do cultivar, ou seja, as variedades prontas para colheita e outras que ainda precisarão de mais tempo. O peso e a umidade dos grãos também são fundamentais para estimar a produtividade.

O trabalho das equipes e o roteiro completo da expedição poderão ser acompanhados pelo http://bit.ly/RallyRedesSociais

O post Minas Gerais recebe Rally da Safra com produtividade da soja em queda apareceu primeiro em Portal AMIRT.