Publicidade

Rascunhos da Vida

Rascunhos da Vida: Você já passou vergonha?

Postado em 27/11/2020 6:00

Você já deve ter ouvido algumas destas frases: “você não tem vergonha?”, “precisa ter vergonha na cara”, “vai criar vergonha”, etc. Todas elas são atribuídas a um sentimento que é externalizado com facilidade, e é rapidamente visível em nossas atitudes e nossa face.

Salmo 25

Retirado do Site: https://www.freeimages.com/pt/photo/shame-1251333

A vergonha é um sentimento penoso de desonra, humilhação, de insegura na exposição social, ou timidez excessiva. Sentimento que faz com que a nossa face fique corada, o batimento cardíaco acelere, as mãos suem, e até mesmo o controle muscular se afrouxe fazendo com que joelhos tremulem ou os braços fiquem inquietos.

Este sentimento está geralmente relacionado à baixa estima, e a uma visão deturpada do nosso valor, ou seja, uma desvalorização de nós mesmos. Está ligada também à quebra de regras ou valores frente à sociedade, fazendo com que passemos por uma situação vexatória.

Eu fui fazer uma visita ainda criança a uma pessoa, senti uma vergonha tão grande quando a dona da casa me perguntou “porque você comeu o último biscoito?” (coisa natural para todo gordinho). Depois disso, nem sobre toda insistência do mundo eu comeria o último alimento servido numa casa que não fosse o meu lar. Pois, em meu lar eu conheço as regras, as situações, a realidade, e quem ainda precisa ser amparado ou servido.

Já passei muita vergonha e em muitas outras situações, mas, isso não vem ao caso. Segundo o salmista no salmo 25 o coração aflitivo naturalmente não gostaria de passar por situações de constrangimento. A pessoa não desejaria ser exposta a humilhação pública, ou restritiva a um grupo. Para ele, o Senhor deveria dar forças para que ele pudesse passar pelas dificuldades estabelecidas, para ser defendido diante de todos, para mostrar que apesar de seu pecado ele fora perdoado pelo Autor da Criação.

Todo pecado confessado é perdoado quando há sincera comoção e reconhecimento de nosso estado pecaminoso, especialmente quando confessamos o fato a Cristo e recebemos o seu perdão. O texto já citado demonstra a preocupação do salmista em ser fiel a Deus e ao seu nome, agindo com exatidão e sendo orientado por ele. Então mesmo errando, falhando, caindo, temos a oportunidade de nos levantar, sacudir a poeira e continuar.

Existe algo que lhe envergonha? Há uma situação constrangedora que você esteja vivendo? Reconheça a falha, leve a Deus, e peça perdão em nome de Cristo Jesus. Pois, com certeza sua vergonha será convertida integridade pelos merecimentos de Cristo na cruz do Golgata. Pense nisso, e não se sinta constrangido, mas sim arrependido e esteja confiante no perdão e amparo do Altíssimo.

Um grande e terno abraço!
Nos eternos laços do verdadeiro amor de Cristo.

Rodrigo Fonseca Andrade
Um servo que já foi envergonhado, mas um dia não terá mais esse sentimento.

Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

<
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
Autor do blog: Rodrigo Andrade

Rodrigo Fonseca Andrade é um microempreendedor, teólogo e professor de línguas clássicas (Grego Koinê e Hebraico Massorético). Casado com Sílvia e pai de João Victor e Isabelle. Com formação em Tecnologia, Meio Ambiente e Teologia. Tem como objetivo principal tornar o conhecimento teológico simples e abrangente. Sendo assim demonstra através de fatos da vida como Deus é soberano e dirige nossa história pessoal. Neste blog você lerá, lembrará e se identificará com muitos dos fatos bíblicos exemplificados de forma simples e objetiva.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!