Publicidade

Rascunhos da Vida

Rascunhos da Vida: Tomara que você se dê mal!

Postado em 15/01/2021 6:00

Você já desejou algo ruim para alguém? Já esperou que algo mau acontecesse com alguém que lhe prejudicou? Isso é certo? Como proceder diante daquele que nos fere?

Salmo 51.6

 

Advertisement

Retirado do Site: https://www.freeimages.com/pt/photo/dead-faith-1440090

Já fui muito jovem e como já desejei a morte de algumas pessoas. Gente sem coração, que muito me machucou, que prejudicou meu relacionamento com outras pessoas, que espalhavam contendas e mentiras. Não desejei só a morte, mas uma morte com muito sofrimento, com muita dor.

Sim! Meu coração machucado não queria perdoar aquele que me feriu. Meu coração dolorido não abria mão de desejar para o outro o sofrimento, a dor, a angústia, na mesma proporção que eu estava sentindo ou pelo menos em dobro. “Tomara que ele se dê mal!”, “Ele podia perder tudo!”, “Que alguém faça com ele o mesmo que ele fez comigo!”, eram alguns dos meus pensamentos. Até que um dia eu li esse texto e compreendi algumas coisas.

Primeiro Deus deseja que sua Palavra esteja firmada no íntimo do nosso coração. E quando ela está alicerçada, ligada, atrelada, enraizada em nosso coração e alma não há como desejar o mal ao nosso próximo, pois queremos que ele receba a possibilidade de perdão, de salvação e vida eterna.

Segundo Deus conhece o nosso desejo mais íntimo, mas ele pode transformar esse desejo, desde que eu e você deixemos que o Espírito Santo tenha liberdade em nosso viver. É algo maravilhoso quando damos liberdade para que o Espírito Santo trabalhe em nosso viver e nos conceda perdão, e através desse perdão possamos também perdoar aqueles que nos ofenderam.

Terceiro quando fazemos o bem a quem nos deseja o mal, fazemos com que o Espírito Santo tenha liberdade para trabalhar a semente naquele coração, e quem sabe, até mesmo produzir fruto. Pois quando andamos a segunda milha, quando damos a outra face, quando oferecemos a outra capa, fazemos com que o nosso inimigo reflita em seus atos, pode ser que ele não mude de atitude, mas pelo menos você terá mudado, e é isso que importa. Como disse Jesus, se algo lhe faz pecar lança fora de você, pois é melhor entrar sem essa parte de seu corpo nos céus do que ser lançado nas medonhas trevas do inferno.

Pense nisso, libere perdão, deseje o bem aquele que te odeia, ame aquele que te persegue, ore para que ele seja bem sucedido. Pois com certeza, sua vida será melhor quando não houver mais raiz de amargura enterrada em seu coração.

Um grande e forte abraço!
Nos eternos e fraternos laços do amor de Cristo.

Rodrigo Fonseca Andrade
Um servo que aprendeu a desejar o bem aqueles que me desejam o mal.

Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

<
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
Autor do blog: Rodrigo Andrade

Rodrigo Fonseca Andrade é um microempreendedor, teólogo e professor de línguas clássicas (Grego Koinê e Hebraico Massorético). Casado com Sílvia e pai de João Victor e Isabelle. Com formação em Tecnologia, Meio Ambiente e Teologia. Tem como objetivo principal tornar o conhecimento teológico simples e abrangente. Sendo assim demonstra através de fatos da vida como Deus é soberano e dirige nossa história pessoal. Neste blog você lerá, lembrará e se identificará com muitos dos fatos bíblicos exemplificados de forma simples e objetiva.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!