Publicidade

Rascunhos da Vida

Rascunhos da Vida: Spiker o obediente e Théobaldo o nem tanto.

Postado em 12/04/2021 6:00

Não sei você já notou, mas até animaizinhos tendem a serem diferentes uns dos outros até numa mesma ninhada. Parece que são diferentes em cada uma de suas características.

Gênesis 3.1-15

Foto de arquivo pessoal

Quando escolhemos o Spiker para ser o cãozinho da família ele se mostrou obediente desde o início. Não entrava em casa, obedecia quando chamávamos, brincava de trazer objetos, gostava de deitar os nossos pés para ser acariciado. Só que precisamos levá-lo para a roça, pois ele tinha um problema. Odiava motoqueiros, chegou a morder até uma das nossas visinhas, depois disso foi preciso levar para um lugar mais isolado. Lá ele continua obediente.

Advertisement

Quando o Théobaldo escolheu nossa família, foi diferente, ele nem sempre é obediente. Na verdade, quase sempre ele faz o que deseja, ou quando é chamada a atenção com veemência, aí sim, ele obedece. No mais ele é um cachorro muito bonzinho, exceto de pelo fato de não “dar ouvidos” aos comandos que lhe damos. Mesmo assim, gosto demais dos dois cãezinhos, do obediente e do nem tanto.

A serpente era o animal mais sagaz de todos, tanto que suas palavras causaram em Eva um impacto profundo, ao ponto de conseguir fazê-la persuadir Adão, tamanha a sua convicção. A palavra usada para astúcia é ‘ārûm, que por sua vez também significa prudência, sagacidade, ou seja, era a serpente era um animal prudente, que fazia com que outros aceitassem suas palavras como significativas. Essa qualificação pode tanto ser positiva quanto negativa. Então Adão e Eva tentaram ao comer do fruto da árvore do conhecimento do bem e do mal ser astutos como a serpente e conhecedores de todas as coisas como Deus igualando-se a ambos.

Deus por sua vez importou-se com o homem desobediente (que em nada foi prudente (‘ārûm) pelo contrário, tornou-se totalmente contrário à boa e agradável vontade do Rei dos Reis para o homem) ao ponto de entregar seu filho unigênito para todo aquele que nele crer tenha a vida eterna. Pois para Deus o que fazemos não conquista a salvação, não é merecimento nosso, mas é uma oferta voluntária Dele para conosco, mesmo que não mereçamos, com a finalidade de nos redimir e transformar.

Pense nisso, sua obediência não conquista a salvação, mas ela é o puro reflexo da salvação ofertada por Cristo Jesus na cruz por nós, pois ele ama o pecador mas abomina o pecado.

Um grande e forte abraço!
Nos maravilhosos laços do amor de Cristo!

Rodrigo Fonseca Andrade
Um servo, que mesmo sendo desobediente continua sendo amado por Deus.

Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

<
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
Autor do blog: Rodrigo Andrade

Rodrigo Fonseca Andrade é um microempreendedor, teólogo e professor de línguas clássicas (Grego Koinê e Hebraico Massorético). Casado com Sílvia e pai de João Victor e Isabelle. Com formação em Tecnologia, Meio Ambiente e Teologia. Tem como objetivo principal tornar o conhecimento teológico simples e abrangente. Sendo assim demonstra através de fatos da vida como Deus é soberano e dirige nossa história pessoal. Neste blog você lerá, lembrará e se identificará com muitos dos fatos bíblicos exemplificados de forma simples e objetiva.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!