Publicidade

Rascunhos da Vida

Rascunhos da Vida: Salto com vara.

Postado em 04/08/2020 6:00

Heróis da Marvel, DC e outras produtoras de entretenimento não existem (apesar de chamar à atenção a existência do “Escudo Negro” de Joinville). Mas no nosso cotidiano temos inúmeros heróis e pessoas que superaram seus limites em vários aspectos.

Atos 3.1-10

Retirado do Site: https://pt.freeimages.com/photo/attached-1-1579244

Ontem estava assistindo juntamente com meu filho e filha uma série da Netflix chamada Ultimate Beastmaster. É uma disputa de força, agilidade, equilíbrio e sorte entre homens e mulheres que tentam superar seus limites. Os obstáculos são feitos de modo a testar à flexibilidade, a concentração, a arrancada, impulso, força, destreza e raciocínio perante os obstáculos estabelecidos. É uma série cativante para quem gosta de ver sobre superação humana.

Num dos episódios vimos uma competidora que num determinado momento de sua vida mudou sua prática esportiva. Vindo a competir no salto com varas. Quando era menino na Olimpíada de Seul o Brasil tinha alguns destaques no atletismo e no judô. Entre eles Aurélio Miguel, Robson Caetano e Joaquim Cruz, esses “caras” bem como os ginastas chineses, os competitivos americanos e os metódicos alemães nos inspiravam nas brincadeiras competitivas.

Comentei com João que quando menino já havia feito muitas varas de bambu para saltar a distância e para saltar em locais altos também. Numa destas brincadeiras o meu desafio era pular uma erosão no chão, calculei com precisão o local e o salto. Quando apoiei a vara no chão e alcei o salto ela afundou, pois estava muito próxima a borda do barranco e lá fui eu novamente para dentro do buraco. Já era costumeiro para mim o cair em buracos e ter que sair deles. Acho que mais ficava dentro deles do que fora. Mas superei a queda, a vergonha de mim mesmo, as dores dos arranhões, a dor nas costas e continuei minhas brincadeiras.

O homem à porta chamada Formosa, lá estava ao longo de anos. Desprezado, desmotivado, sem confiança passava sua vida a mendigar e sem poder entrar no templo para cultuar a Deus de fato. Passa diante dele Pedro e João, e naquele momento este homem recebe através poder e autoridade de Cristo Jesus o desafio de se colocar em pé. E de um salto ele se coloca em pé. Entra saltando no templo, louvando e adorando a Deus.

Fico imaginando a situação, e os saltos que ele dava, pois com certeza se destacavam no meio da multidão. Sobressaia-se tanto ao ponto de todos perceberem que quem salvava agora era quem nunca se levantara. Talvez você esteja nesta condição preso a uma dor, amargura, amarrado sem conseguir se erguer, sem conseguir mover-se ou sair do estado de inércia. Creia no poder sobrenatural de Deus, confie no Senhor, coloque sua vida, seus negócios, sua família, sua carreira nas mãos do Grande Eu Sou. Ele sim pode lhe erguer e num único salto conceder mobilidade e agilidade para superar todos os desafios.

Você não é um ser sobrenatural, ou um personagem fictício, mas um homem (ou mulher) com limitações. E que pode todas as coisas através Daquele que não tem limite de poder nem atuação. Fale como Paulo “tudo posso Naquele que me fortalece”. Creia nisso e confie no Senhor.

Um grande e forte abraço!
Nos eternos e fraternos laços do amor de Cristo.

Rodrigo Fonseca Andrade
Um servo que vivia nos buracos, mas pela graça do Altíssimo sempre conseguiu sair deles.

Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

<
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
Autor do blog: Rodrigo Fonseca Andrade

Rodrigo Fonseca Andrade é um microempreendedor, teólogo e professor de línguas clássicas (Grego Koinê e Hebraico Massorético). Casado com Sílvia e pai de João Victor e Isabelle. Com formação em Tecnologia, Meio Ambiente e Teologia. Tem como objetivo principal tornar o conhecimento teológico simples e abrangente. Sendo assim demonstra através de fatos da vida como Deus é soberano e dirige nossa história pessoal. Neste blog você lerá, lembrará e se identificará com muitos dos fatos bíblicos exemplificados de forma simples e objetiva.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!