Rascunhos da Vida

Rascunhos da Vida: Revolva as brasas, tire as cinzas.

Postado em 02/12/2019 6:00

Num fogão a lenha é importante ter fósforo ou isqueiro, lenha, uma vassoura de bruxa, e um “tiçador“. Sem esses elementos provavelmente você não terá êxito na empreitada de acender o fogo.

Levítico 6.8-13

Um fogão a lenha é a “cara” de Minas Gerais. Um bom fogão a lenha tem uma chapa de três ou quatro furos, uma chaminé e um “atiçador”.

Quando menino meu avô me deixou com a incumbência de manter o fogo do fogão aceso enquanto ele “curava” o gado e o feijão cozinhava lentamente.

O fogo ardia que era uma beleza, quando começava a apagar eu colocava uns gravetos, grama seca, e alguns pedaços de madeira também e dava aquela “assoprada”. Numa dessas foi-se “embora” uma régua que tinha a ponta queimada e que ficava do lado do fogão.

Foto retirada do site: https://pt.freeimages.com/photo/fire-fogo-1368555

Meu avô chegou me deu os parabéns pelo fogo e me disse: “agora cadê o “tiçador” pra virá as brasas e tirar a cinza?”. Eu não sabia o que era um “tiçador“, mas quando ele o descreveu eu soube onde ele estava. Só sobrou um “cotôco” do atiçador.

Levei aquele sermão e nunca mais esqueci a função do atiçador. Tirar as cinzas e revirar as brasas para que o fogo não se apague.

Na lei do holocausto narrada em Levítico 6.8-13 existe uma função que o sacerdote deveria fazer todas as manhãs. Era preciso revirar as cinzas, tirar as cinzas e lança-las longe do arraial, para que o fogo ardesse continuamente.

As cinzas podem ser um símbolo daquilo que se não removermos de nosso coração “sufocará” as brasas e apagarão a chama do amor por Deus.

Pequenas amarguras, algumas decepções, multidões de dúvidas, dores ou angústias que não foram lançadas sobre Cristo podem impedir que a chama do amor à Deus se apague em nosso viver.

O que precisamos fazer então para que essas porções de cinza não atormentem nossa alma e prejudiquem o nosso amor? Devemos confessar nossas culpas pelo pecado, injustiça, dúvidas, ira, e decepções diante de Deus, e através de Cristo crer no perdão Divino (I João 1.9). Esse é o primeiro passo. Pense nisso e confesse a Deus suas “cinzas” (ou pecados se preferir).

Um grandioso abraço.
Nos eternos e fraternos laços do amor de Cristo.

Rodrigo Fonseca Andrade
Um servo que usa o “tiçador” no coração.

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
Autor do blog: Rodrigo Fonseca Andrade

Rodrigo Fonseca Andrade é um microempreendedor, teólogo e professor de línguas clássicas (Grego Koinê e Hebraico Massorético). Casado com Sílvia e pai de João Victor e Isabelle. Com formação em Tecnologia, Meio Ambiente e Teologia. Tem como objetivo principal tornar o conhecimento teológico simples e abrangente. Sendo assim demonstra através de fatos da vida como Deus é soberano e dirige nossa história pessoal. Neste blog você lerá, lembrará e se identificará com muitos dos fatos bíblicos exemplificados de forma simples e objetiva.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: Este conteúdo é protegido!