Publicidade

Rascunhos da Vida

Rascunhos da Vida: Relatórios…

Postado em 08/11/2020 6:00

Uma das coisas que tenho maior dificuldade é a prestação de relatórios. Não que eu tenha dificuldades em escrever ou relacionar dados, mas tenho dificuldades em fazer com periodicidade. Como é difícil gerar e apresentar um relatório diário, semanal, e mensal, mas o anual para mim é simples.

Hebreus 13.17

Retirado do Site: https://pt.freeimages.com/photo/coffee-cup-1239648

Lembro-me quem em um dos meus empregos precisava prestar relatório semanal das visitas técnicas, com os laudos dos serviços executados, diagnosticados e/ou sugeridos. Noutro precisava prestar relatórios mensais das vendas e a projeção de futuros clientes para a empresa. Em casa precisava prestar a minha amada o relatório diário de tudo que eu havia feito no dia.

O relatório semanal era fácil de prestar. O mensal era exaustivo por causa da projeção de captação de clientes. Mas o relatório diário era dificílimo. Relatar o que eu tinha feito durante o dia, falar da minha monotonia rotineira era penoso. Não valia um “foi tudo bem”, pois minha esposa precisava de mais detalhes. O que era perfeitamente compreendido por estarmos numa morando cidade diferente, por não estar tendo contato direto com a família, e até por não ter uma ocupação que não fossem as inúmeras tarefas do lar. Ela queria ouvir a monotonia do meu trabalho em visitar clientes, trocar peças, fazer a manutenção dos computadores, sofrer raiva com os sistemas operacionais e seus aplicativos.

Para mim, um bom dia era aquele onde o programado era executado. Sem contratempos, com nenhuma exceção, sem problemas de relacionamentos, e quando acontecia tudo da forma esperada a minha resposta incompleta sempre era “foi tudo bem”. Então aprendi que o que satisfazia minha querida esposa não era saber onde eu estive, e muito menos desconfiança, mas poder participar dos detalhes, dos acontecimentos, da minha vida (da mesma forma como ela gostava de me dizer como fora o dia dela). Os relatórios são importantes, mas precisam da apresentação adequada a quem nos solicita.

Segundo a Palavra um dia todos nos apresentaremos diante de Deus, e prestaremos contas de tudo que fizemos nesta terra. O texto de Hebreus o autor nos exorta a não sobrecarregar os líderes espirituais, para quem não façam do seu ministério um trabalho, muito menos um cárcere em liberdade. Pois, da mesma forma como eu e você nos apresentaremos diante de Deus eles também o farão. Mas, a apresentação deles será de uma forma mais intensa, detalhada, e estarão listados em seu relatório todos aqueles que foram acompanhados, auxiliados, abandonados ou negligenciados.

Pense nisso, e faça sempre o seu melhor como se você precisasse prestar relatórios diários, semanais, mensais e ou toda uma vida em um momento inesperado. Pois, ninguém sabe o dia, nem a hora em que o Senhor nos chamará para nos apresentarmos diante do seu tribunal.

Um grande e forte abraço!
Nos eternos laços do amor de Cristo.

Rodrigo Fonseca Andrade
Um servo que não gosta de relatórios, mas sabe que prestará ao Altíssimo.

Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

<
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
Autor do blog: Rodrigo Andrade

Rodrigo Fonseca Andrade é um microempreendedor, teólogo e professor de línguas clássicas (Grego Koinê e Hebraico Massorético). Casado com Sílvia e pai de João Victor e Isabelle. Com formação em Tecnologia, Meio Ambiente e Teologia. Tem como objetivo principal tornar o conhecimento teológico simples e abrangente. Sendo assim demonstra através de fatos da vida como Deus é soberano e dirige nossa história pessoal. Neste blog você lerá, lembrará e se identificará com muitos dos fatos bíblicos exemplificados de forma simples e objetiva.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!