Publicidade

Rascunhos da Vida

Rascunhos da Vida: Queijo sapecado…

Postado em 16/09/2021 6:00

As lembranças da infância às vezes invadem nossa alma e isso gera dois tipos de emoções alegria ou tristeza, tudo depende do ponto de vista sobre os fatos, ou de como entendemos a soberania de Deus na regência de nossa vida.

João 12.1-11

Retirado de arquivo Pessoal.

Me “bateu” uma saudade do meu Pai quando mamãe me deu esta semana um pacote de “queijo bolinha” (muçarela em formato de bola). Lembrei que papai adorava espetar a mussarela no garfo, ou um pedado de queijo e sapecar na chama do fogão. Era uma técnica de equilíbrio, pois era necessário girar o garfo de forma que o queijo não caísse dele conforme ele derretia e criava aquela casquinha com pontinhos queimados pelo fogo. O cheiro invadia a casa, e eu sabia que era hora de levantar para comer.

Advertisement

Jesus estava reunido com seus discípulos, estava próximo o dia da sua expiação vicária por todo homem. Uma mulher, cujo nome era Maria irmã de Marta e Lázaro, chega até Jesus portando um vaso de alabastro de puro nardo e derrama sobre ele, sobre os pés, cabeça aquele unguento precioso. O cheiro invade a casa, então desperta emoções.

Essas emoções vão de surpresa a indignação, de alegria a rancor, de satisfação à insatisfação. Aqueles amantes do dinheiro queriam o valor para si. Os que desejavam o benefício dos pobres pensavam ser injusto o uso para uma só pessoa. O cheiro espalhado pela casa espalhava emoções. Jesus então explica (mesmo que não entendessem) que ele estava temporariamente neste mundo como homem, e que em breve seria morto por nós, Maria estava preparando o “morto”, o “sacrifício”, o “holocausto” em prol do pecador.

O cheiro suave não era do nardo, mas do sangue a ser derramado, o que preenchia a casa não era o odor nem as emoções, mas a finalidade do infinito amor de Deus pelo homem. Hoje temos Cristo, já sacrificado, ressurreto e com a declaração de vitória decretada. Onde está o seu foco? Que emoções veem a sua memória quando se lembra do sangue do Cordeiro derramado na cruz?

Pense nisso, o cheiro mais suave é o do sangue derramado em favor de muitos, em favor dos seus eleitos, aos quais foram chamados para sua glória. Traga sempre a memória o cheiro suave de Cristo Jesus.

Um grande e forte abraço!
Nos fraternos laços do amor de Cristo.

Rodrigo Fonseca Andrade
Um servo que se lembra do cheiro, o cheiro suave, o cheiro de Cristo.

Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

<
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
Autor do blog: Rodrigo Andrade

Rodrigo Fonseca Andrade é um microempreendedor, teólogo e professor de línguas clássicas (Grego Koinê e Hebraico Massorético). Casado com Sílvia e pai de João Victor e Isabelle. Com formação em Tecnologia, Meio Ambiente e Teologia. Tem como objetivo principal tornar o conhecimento teológico simples e abrangente. Sendo assim demonstra através de fatos da vida como Deus é soberano e dirige nossa história pessoal. Neste blog você lerá, lembrará e se identificará com muitos dos fatos bíblicos exemplificados de forma simples e objetiva.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade