Publicidade

Rascunhos da Vida

Rascunhos da vida: Porque não sorrir?

Postado em 31/03/2021 6:00

Porque não sorrir mesmo diante da dor, do sofrer, da angústia aflitiva que nos aperta o coração? O que ocasiona uma verdadeira satisfação, uma real certeza de realização, de plenitude, ou conclusão dos desígnios que me foram dados?

Provérbios 17.22 e II Coríntios 12.7-10

Retirado do site: https://www.freeimages.com/pt/photo/little-wonders-1437068

Segundo Victor Frankl o autor da Logoterapia “uma vida cujo sentido depende exclusivamente de se escapar com ela ou não… nem valeria a pena ser vivida”. É uma palavra pesada, mas muito realística. Qual o sentido de uma vida se nela não se vê motivos para passar pelo sofrimento e mesmo assim encontrar satisfação? Como pacientes terminais conseguem sobreviver e encontrar alegria no seu sofrimento? Então como um presidiário consegue encontrar tempo para rogar pelos que estão abandonados nas ruas? Como mesmo sofrendo, doente, ou enlutado podemos encontrar um motivo para nossa existência nesta terra?

Advertisement

Segundo a Palavra de Deus nós existimos para louvor da sua glória, tudo que passamos neste mundo cooperam para o nosso bem. Até mesmo aquelas coisas que são visivelmente contrárias. Para Salomão um coração alegre serve de bom remédio, mas esse mesmo coração quando abatido ou sem sentido para viver faz com que males físicos, mentais e espirituais invadam nossa vida.

São Paulo, o apóstolo dos gentios, reforça que mesmo no sofrimento contínuo e nas petições de livramento Deus tem um propósito para cada um de nós. Ele compreende que a graça de Deus nos basta, ou seja, o seu favor imerecido, do qual não temos a mínima condição de exigir ou conquistar, mas Ele voluntariamente nos ofereceu. Ao invés de nos perguntarmos por que sofremos; qual o motivo da nossa dor; o que nos leva a tantas perdas? Deveríamos perguntar por que não sou eu quem sofre; ou eu quem esteja passado por dores profundas; ou mesmo como posso viver mesmo mediante as perdas que me destroem, consomem e abatem?

O sentido da vida é encontrado na realização de um pequeno projeto, seja ele sorrir para uma pessoa, seja ele escrever um livro de altos conceitos e valores. O tamanho do seu projeto se dá na medida do vazio dos seus sentidos. Quanto maior o vazio, maior a necessidade de sentido. Nas palavras de Paulo entendemos que nossa força é obtida quando somos fracos e dependemos tão somente da intervenção de Deus a nos levantar, motivar e fortalecer.

Portanto não se deixe abater, mesmo que nossas lágrimas ainda ecoem sobre nossas faces, mesmo que a dor esteja presente no nosso coração apertando um sorriso forçado. Mesmo que não tenhamos perspectivas de algo melhor pela frente. Permita-se viver cada momento sentindo que você faz parte de um propósito, de um projeto que trará a outros uma pontinha de satisfação. Pense nisso creia no poder de Deus, no amor de Cristo e tenha um sorriso mesmo diante da dor, e da aparência de um futuro incerto.

Um grande e forte abraço!
Nos eternos laços do amor de Cristo.

Rodrigo Fonseca Andrade
Um servo que encontrou o sentido em meio a tudo.

Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

<
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
Autor do blog: Rodrigo Andrade

Rodrigo Fonseca Andrade é um microempreendedor, teólogo e professor de línguas clássicas (Grego Koinê e Hebraico Massorético). Casado com Sílvia e pai de João Victor e Isabelle. Com formação em Tecnologia, Meio Ambiente e Teologia. Tem como objetivo principal tornar o conhecimento teológico simples e abrangente. Sendo assim demonstra através de fatos da vida como Deus é soberano e dirige nossa história pessoal. Neste blog você lerá, lembrará e se identificará com muitos dos fatos bíblicos exemplificados de forma simples e objetiva.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!