Publicidade

Rascunhos da Vida

Rascunhos da Vida: Ponta dos Pés!

Postado em 20/10/2020 6:00

A expressão “andar na ponta dos pés” tem vários significados. Ela pode informar que a pessoa precisa ter cautela. Pode significar também fazer algo furtivamente, ou às escondidas. Em alguns casos pode trazer a ideia de que o contato com alguém deve ser feito com certo temor.

Lucas 12.15

Retirado do Site: https://www.pexels.com/pt-br/foto/agua-chuva-descalco-macro-105776/

Quando comecei a fazer Karatê descobri algo que não tinha percebido, tinha dificuldades em fazer bases onde os pés precisavam ficar bem firmados. O meu mestre brincava que eu tinha síndrome de bailarina por andar nas pontas dos pés. Com o tempo aprendi a controlar as bases e firmar os pés de forma adequada.

Alguns anos depois após sentir constantes dores nos dedos dos pés, fui a um renomado ortopedista em Divinópolis. Ele solicitou um raio-x e me disse que não havia nenhum problema aparente nos dedos. Que eu poderia fazer um exame para talvez descobrir o problema (o “talvez” realmente fez com que não gastasse com o tal exame). Mas, ele me disse duas coisas interessantes: primeiro eu tenho um calo ósseo que ocasiona dor quando estico o pé e que pode ser corrigido com uma cirurgia. Segundo que o meu “tendão de Aquiles” é menor que o normal por isso eu provavelmente andaria nas pontas dos pés. Fiz duas perguntas a ele: Quanto ao tendão qual o problema poderia ocasionar? Ele me disse que apenas o desgaste dos sapatos (e isso eu já sabia). A segunda pergunta foi: O calo pode piorar? Ele me disse que não. No entanto a cirurgia retiraria a dor que eu imaginava que todo homem sentia.

Tomei algumas atitudes depois disso. Passei a comprar sapatos com solado mais acolchoado nas pontas dos pés. E aprendi a valorizar o calo que me ocasiona dor. Pois ele me faz recordar que assim como o pecado que está enraizado a minha alma, este calo nunca será removido nesta terra por minha força e vontade. Mas que quando entrarmos nos céus juntamente com Cristo eu terei um novo corpo onde essas imperfeições, incluindo o pecado não mais existirão.

Enquanto nesta terra, eu apenas preciso ter a cautela de colocar o meu coração e o meu foco naquilo que edifica, que trás crescimento, que transforma minha vida. É preciso “andar na ponta dos pés”, ou seja, agir com prudência para que o pecado não seja uma constância em minha vida. Mas que ele seja uma pedra de tropeço, que me faz reconhecer minha pequenez, minhas falhas e a necessidade da intervenção do Médico dos médicos.

Pense nisso, Cristo nos salva por intermédio do grande amor de Deus, e por seu plano de reconciliação Dele para com o homem. Isso não é algo que vem de nós, mas procede de Deus para conosco. Agora cabe a nós andar de forma prudente nesta terra, aguardando o juízo final, onde os eleitos de Deus receberão um corpo perfeito e viverão com Ele para todo o sempre.

Um grande e forte abraço!
Nos verdadeiros e fraternos laços do amor de Cristo.

Rodrigo Fonseca Andrade
Um servo que um dia será perfeito e desfrutará da plenitude de Deus, mas que nessa terra permanecerá andando “na ponta dos pés”.

Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

<
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
Autor do blog: Rodrigo Andrade

Rodrigo Fonseca Andrade é um microempreendedor, teólogo e professor de línguas clássicas (Grego Koinê e Hebraico Massorético). Casado com Sílvia e pai de João Victor e Isabelle. Com formação em Tecnologia, Meio Ambiente e Teologia. Tem como objetivo principal tornar o conhecimento teológico simples e abrangente. Sendo assim demonstra através de fatos da vida como Deus é soberano e dirige nossa história pessoal. Neste blog você lerá, lembrará e se identificará com muitos dos fatos bíblicos exemplificados de forma simples e objetiva.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!