Rascunhos da Vida: Passo com ele... - Portal MPA

Publicidade

Rascunhos da Vida

Rascunhos da Vida: Passo com ele…

Postado em 03/11/2021 6:00

Sabe aqueles valentões da nossa infância. Pois é, eles sempre se colocaram diante de mim. Sempre eram mais fortes, mais velhos, mais arrogantes. Você já se deparou com algo parecido em sua vida?

João 14.6

Retirado do site: https://www.pexels.com/pt-br/foto/homem-com-luvas-de-boxe-pretas-6456262/

Desde bem pequeno papai e mamãe me criaram para ser independente. Aprendi a fazer minhas tarefas de casa, de não precisar de cobranças constantes, de batalhar para conseguir vencer os obstáculos da vida. É claro que muitas vezes não conseguia êxito ao enfrentar os desafios, mas meu pai e minha mãe sempre me influenciavam a não desistir.

O valentão da rua da Grota era o meu maior desafio. Ele era uns cinco anos mais velho que eu, era mais forte, mais rápido, menos inteligente (pelo menos em algo eu precisava ser melhor, rss). Meu desafio era passar por aquela rua sem apanhar. Era possível mudar a trajetória e eu fiz isso muitas vezes, mas depois de muitos meses o “dente-seco” (adoro essa expressão regional) mudou de lugar, até parece que ele me perseguia. Então voltei a passar pela rua da grota, pois era o menor caminho a percorrer.

Um dia papai pediu para me encontrar com ele na rua da grota para ajudar a buscar algo que eu não me lembro mais o que era. Eu fui. Com muito medo, com o coração na mão, mas eu fui. Chegando lá o valentão estava na porta assentado sobre uma coluna no alpendre e meu pai estava distante, continuei a caminhada. Quando faltavam uns dez metros para passar a casa do valente ele pulou da coluna do alpendre e eu gritei: “Pai, eu já estou indo”. O audaz olhou para trás e viu meu pai. Eu passei por ele tranquilamente sem que ele me tocasse, sem qualquer incômodo. Dei até uma balançadinha de bunda e continuei em segurança.

É assim que Jesus diz: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida, ninguém vem ao Pai senão por mim”. Os judeus ortodoxos (fariseus, saduceus, helenistas, escribas e por aí vai) odiaram essa frase de Cristo, pois Ele se apropriou de uma expressão que não é dita por nenhum judeu. Pois “Eu sou é Deus”. Ninguém podia pronunciar “Eu sou”. Mas Jesus sendo Deus buscou para ele essa autoridade. Uma autoridade que trás segurança, que nos protege, e que direciona, trazendo confiança.

Quando meu pai me chamou ele me revestiu com sua autoridade para enfrentar o desafio. Em mim ninguém poderia tocar. Quando Jesus me chamou o mesmo aconteceu. Não fui eu quem o escolheu, mas Ele me escolheu e me revestiu de poder, autoridade e confiança. Ninguém pode me desviar tirando-me do caminho. Não há quem possa me enganar distorcendo a verdade. Nenhum ser pode atentar contra minha vida sendo ela uma garantia eterna no Sangue de Cristo vertido na cruz.

Pense comigo, quem lhe chamou revestiu de autoridade, aquele que lhe chamou mostrou a direção, o que mostrou a direção deu-lhe entendimento da verdade, o entendimento da verdade lhe concedeu vida. “Conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará”. Creia em Cristo, creia no seu poder, na sua autoridade, direção, e vida. Aceite o desafio e vença no nome de Cristo o Bom Mestre.

Um grande e fraterno abraço!
Nos eternos laços do amor de Cristo.

Rodrigo Fonseca Andrade
Um servo que vai pela autoridade de quem o chamou.

Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

<
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
Autor do blog: Rodrigo Andrade

Rodrigo Fonseca Andrade é um microempreendedor, teólogo e professor de línguas clássicas (Grego Koinê e Hebraico Massorético). Casado com Sílvia e pai de João Victor e Isabelle. Com formação em Tecnologia, Meio Ambiente e Teologia. Tem como objetivo principal tornar o conhecimento teológico simples e abrangente. Sendo assim demonstra através de fatos da vida como Deus é soberano e dirige nossa história pessoal. Neste blog você lerá, lembrará e se identificará com muitos dos fatos bíblicos exemplificados de forma simples e objetiva.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade