Publicidade

Rascunhos da Vida

Rascunhos da Vida: O Jacaré

Postado em 24/08/2020 6:00

Já participei de inúmeros eventos, o mais curioso e difícil que eu participei foi à caça de um jacaré. No final não aconteceu o que esperávamos. Mas tivemos muita aprendizagem.

Jó 4.1-6

Retirado do site: https://www.pexels.com/pt-br/foto/agua-animais-selvagens-animal-animal-selvagem-2100047/

Aquele Jacaré começara a dar trabalho. Os alevinos se tornaram tilápias e começaram a ser encontrados pela metade. Conforme havia abundância de alimento o jacaré comia só uma parte dos peixes. Começaram a jogar restos de frango no meio do lago para mais a frente tentar capturar o jacaré.

Chegou o dia fatídico juntaram-se os valentes “indaiaenses”: Pôranga (meu pai), Tó, Jatemar, Tio Joaquim, Tio Roberto, mais alguns que me falha a memória e uma “renca” de meninos, entre eles eu.

Fizeram um anzol de quatro ganchos no qual espetaram restos de frango e lançaram no lago. A intensão não era matar o jacaré mas levá-lo para a lagoa de um amigo do meu Tio para afugentar os pescadores medrosos que ali iam a noite (ter um jacaré de guarda é melhor que um Fila Brasileiro).

O jacaré mordeu a isca e começou a rebocar os valentes de “Pedra”, até eu entrei na roda. Então passamos a corda num “mourão” e conseguimos rebocá-lo. Quando estava quase fora, ele se debateu com força e se libertou. Tanta força em vão. Eu sei que depois de um tempo usaram um trator para tirá-lo, mas desta vez eu não vi.

Servos de Deus, tementes, obedientes e fiéis também passam por momentos de angústia. Quem me dera Deus falar de mim com Satanás como fizera com Jó: “ninguém há na terra semelhante a ele”. Mas Jó, que a muitos fortalecera, ensinara e direcionara estava angustiado, enfadado e perturbado. E como conhecia bem a Deus recusava-se ser consolado por achar resposta a toda palavra.

Meu querido por mais próximo de Deus que você seja em algum momento você pode estar sofrendo emocionante. Nesta hora é preciso buscar no Senhor sua confiança, sua esperança. A angústia do coração pode ser como o jacaré, quando você está quase se livrando dela ela pode se fortalecer e te derrubar.

Então busque a Deus para lhe auxiliar a não desistir. Pois lutar com um “jacaré de emoções” não é fácil pra ninguém.

Um grande abraço.
Nos eternos laços do amor de Cristo.

Rodrigo Fonseca Andrade
Um servo que com o auxílio de Deus se livra dos “jacarés”.

Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

<
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios

Rodrigo Fonseca Andrade é um microempreendedor, teólogo e professor de línguas clássicas (Grego Koinê e Hebraico Massorético). Casado com Sílvia e pai de João Victor e Isabelle. Com formação em Tecnologia, Meio Ambiente e Teologia. Tem como objetivo principal tornar o conhecimento teológico simples e abrangente. Sendo assim demonstra através de fatos da vida como Deus é soberano e dirige nossa história pessoal. Neste blog você lerá, lembrará e se identificará com muitos dos fatos bíblicos exemplificados de forma simples e objetiva.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!