Rascunhos da Vida: O ato conjugado... Um erro acertado. - Portal MPA

Publicidade

Rascunhos da Vida

Rascunhos da Vida: O ato conjugado… Um erro acertado.

Postado em 23/08/2021 6:00

Relacionamentos são construídos com uma base sólida, primeiramente de fé, e são estabelecidos através de respeito, confiança, amor, abnegação e disciplina. Sem essa base é impossível ter um relacionamento sólido.

Êxodo 21.7-11

Fui convidado a ajudar numa igreja há alguns anos. Quando cheguei achei a mesma num total estado de abandono, trabalhamos com a liderança da igreja e ela respondeu a contento. Eram homens e mulheres dispostos a reerguer aquele trabalho local. Numa das nossas reuniões administrativas perguntei: “Quais temas posso trabalhar nas mensagens?”.

Advertisement

Retirado do Site: https://www.pexels.com/pt-br/foto/adulto-afeicao-carinho-simpatia-6625895/

Frente a minha pergunta obtive muitas e diferentes respostas. Fale sobre dízimo, sobre evangelismo, sobre fé, sobre as verdades anunciadas por Jesus. Mas uma frase me chamou a atenção: “você podia falar sobre o ato conjugado”. Entre risos e o corar das faces achei o erro mais bem acertado que eu já vi. “Ato Conjugado” é muito melhor que “Ato Conjugal”.

A palavra conjugal vem do latim, e significa algo relativo ao casamento. A palavra conjugado também de origem latina significa unido, ligado, algo mesmo diferente unido por uma ligação simples e real. E é assim que um casal deve se envolver. O seu relacionamento deve ser conjugado, ou seja, unido pelos laços do grande e maravilhoso amor de Cristo. Deve ser um relacionamento onde mesmo com pensamentos, características e visões diferentes o casal “conjugado” no mesmo ideal deve se ligar a Cristo e ser direcionado por ele.

Os ternos afetos de amor devem ser expressos na medida exata, sem falta para nenhum dos dois. O carinho mútuo deve ser sempre presente, a abnegação de ambas as partes uma constante, a busca de satisfação mútua um direito contínuo. Estar unido, ligado por algo maior, sendo este elo o próprio Senhor é que fará a diferença entre o casal.

No texto de Êxodo há uma exigência para a união do casal, nunca pode faltar provisão, nem a honra e muito menos as obrigações maritais entre o casal. Ao unir-se (tornando-se conjugado) ao seu cônjuge, homem e mulher devem compartilhar os sonhos, a fé e o amor, não comprometendo ou diminuindo o valor de nenhum deles. Portanto pense nisso e torne o seu relacionamento um “Ato Conjugado”.

Um grande e forte abraço!
Nos eternos laços do amor de Cristo.

Rodrigo Fonseca Andrade
Um servo que tem buscado ter um bom “Ato Conjugado”

Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

<
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
Autor do blog: Rodrigo Andrade

Rodrigo Fonseca Andrade é um microempreendedor, teólogo e professor de línguas clássicas (Grego Koinê e Hebraico Massorético). Casado com Sílvia e pai de João Victor e Isabelle. Com formação em Tecnologia, Meio Ambiente e Teologia. Tem como objetivo principal tornar o conhecimento teológico simples e abrangente. Sendo assim demonstra através de fatos da vida como Deus é soberano e dirige nossa história pessoal. Neste blog você lerá, lembrará e se identificará com muitos dos fatos bíblicos exemplificados de forma simples e objetiva.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade