Publicidade

Rascunhos da Vida

Rascunhos da vida: Medo da chuva…

Postado em 12/11/2020 6:00

Uma das sensações que eu mais aprecio é ouvir o som da chuva no telhado e sentir a brisa calma entrando pelo quarto durante a noite quando vou dormir. Não sei se você concorda comigo, mas estar abrigado contra a chuva faz com que tenhamos tranquilidade em dormir.

Jó 24

Retirado do Site: https://www.pexels.com/pt-br/foto/ao-ar-livre-area-arvores-atmosfera-551615/

Esta noite enquanto a chuva caia no telhado eu dormia em segurança, com tranquilidade. Mas, isso não acontece com todas as pessoas, existem muitos desabrigados, muitos passando por necessidades, inúmeras pessoas pelas ruas da cidade. O que traz alegria a alguns leva angústia a outros. Existem pessoas que adiam suas viagens por medo da chuva, outras encaram a estrada por causa de suas necessidades e de seu compromisso com o sustento de seu lar. A nossa atitude diante das tempestades da vida faz a diferença.

Segundo o texto de Jó 24 muitas pessoas agem de forma oportunista e opressora. Assim trazem sofrimento, desprezo e angústia aos corações que carecem de cuidado, amparo e proteção. Como ele estava atormentado por suas mazelas então tece uma malha de reclamações e imputa a Deus não cuidar de seus filhos e permitir o sofrimento humano. Além disso, para Jó, Deus prolonga a vida e dá forças para o ímpio continuar agindo impetuosamente.

Quando estamos em sofreguidão pelo calor à ausência de sobra nos faz queixosos. Se nós estamos com fome à mesa farta de alguns remete a sofrimento. Quando em luto pela morte acidental ou repentina de alguém amado o festejar do outro nos é afrontivo. Ao ser abandonado pelos que nos cercam, cremos que Deus também nos abandonou.

Foi necessário que Bildade inferisse uma palavra dura a Jó, para que ele analisasse sua própria vida, e percebesse que a injustiça não é praticada por Deus. Mas, Ele permite ao homem escolher como proceder nesta terra, trazendo sobre o outro alívio ou opressão, afeto ou repudia, amor ou desprezo.

Pense comigo, o que me traz alegria pode infligir angústia ao outro. Mas, como eu me porto diante do sofrimento do meu próximo é que faz a diferença. Estou disposto a auxiliar os que necessitam? Estou pronto a defender a causa dos oprimidos? A lutar por justiça, por oportunidades justas, por trabalho, segurança, e crescimento espiritual? Deus é verdadeiramente soberano. E em sua soberania Ele permite você ser canal de bênção na vida do outro ou maldição. O que você tem escolhido?

Um grande e forte abraço!
Nos eternos laços do amor de Cristo.

Rodrigo Fonseca Andrade
Um servo que sempre que possível tenta auxiliar aqueles que precisam de segurança.

Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

<
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
Autor do blog: Rodrigo Andrade

Rodrigo Fonseca Andrade é um microempreendedor, teólogo e professor de línguas clássicas (Grego Koinê e Hebraico Massorético). Casado com Sílvia e pai de João Victor e Isabelle. Com formação em Tecnologia, Meio Ambiente e Teologia. Tem como objetivo principal tornar o conhecimento teológico simples e abrangente. Sendo assim demonstra através de fatos da vida como Deus é soberano e dirige nossa história pessoal. Neste blog você lerá, lembrará e se identificará com muitos dos fatos bíblicos exemplificados de forma simples e objetiva.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!