Publicidade

Rascunhos da Vida

Rascunhos da Vida: Guardou, guardou, e no fim…

Postado em 06/04/2021 6:00

Mais cedo recebi um vídeo do meu irmão Leo, ri muito e refleti sobre ele. Era um vídeo de 1974, uma produção do saudoso Mazzaropi, uma das cenas de “O jeca macumbeiro”, um ícone do Cinema Brasileiro daquela época.

Lucas 12.15-21

Retirado do site: https://www.pexels.com/pt-br/foto/adulto-bigode-bobo-caprichoso-543/

A cena em destaque mostra um senhor já idoso com um saco bem grande, no saco havia muito dinheiro, o dinheiro economizado durante toda uma vida. Duas frases destacam na fala, a primeira é “nunca mais vou ter sossego na vida, com essa dinheirama em casa eu nunca mais vou sossegar” e a outra “aqui jaz um homem que guardou, guardou… e no final foi guardado”.

Advertisement

Fiquei pensando sobre duas palavras chave “guardar” e “sossegar”. Qual o nosso objetivo, sentido, propósito nesta vida? O que almejamos conseguir é algo que depende de nossas escolhas, ou é influenciado pelo meio e as decisões de outras pessoas? Será que minha alma vai sossegar ao alcançar um objetivo? Será que estou guardando aquilo que será relevante?

Já conversei com pessoas que tinham o objetivo de conseguir um diploma universitário e exercer a carreira desejada. Após a colação ingressaram numa pós-graduação, posteriormente num mestrado, e estão buscando um doutorado. Não há contentamento, a alma não sossegou após a conquista. Não estou dizendo que seja errado conseguir esses objetivos, mas a maioria das pessoas com as quais falei tinham aquele objetivo como preenchedor do vazio existencial. E quando isso não aconteceu o vazio continuou, esperando outro foco, outro motivador de sentido.

Já vi pessoas ajuntando bens, dinheiro, veículos e morrendo sozinhos, sem família, e amigos verdadeiros, pois os falsos e oportunistas sempre aparecem. Você não precisa ir a eles, eles com certeza virão a você. Essas pessoas criam sonhos, criam expectativas que não dependem apenas deles, dependem do outro, das ações coletivas, dos decretos humanos, do direcionar Divino, da soberania de Deus.

A chave é contentamento, contentar-se com a presença do Senhor que nos basta, contentar-se com o amor disponível a nós e que pode ser transmitido através de nós. Um contentamento não é uma acomodação, você pode estar acomodado, mas o seu coração em total turbulência, no entanto você pode ter contentamento e mesmo assim traçar objetivos para o seu futuro. Para isso basta colocar sua vida nas mãos do Autor dela, confiando a Ele todas suas decisões, pois verdadeiramente não podemos ter controle de toda a história, e muito menos nos salvar, mas podemos fazer com que nossas decisões sejam assertivas nesta vida.

Pense nisso, onde você está guardando seus tesouros? E onde você tem depositado sua fonte de sossego? Guarde, acumule tesouros no céu, trabalhe, estude, crie oportunidades, reserve algo para o futuro e repouse no Senhor, crendo que Ele sim é o Senhor de toda história e situação.

Um grande e forte abraço!
Nos eternos laços do amor de Cristo.

Rodrigo Fonseca Andrade
Um servo que aprendeu a guardar e sossegar, mas que tem objetivos direcionados pelo Eterno.

Observação: Se você quiser ver o trecho do vídeo do Mazzaropi aí está o link.
https://www.youtube.com/watch?v=EIUcJAqOlhg

Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

<
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
Autor do blog: Rodrigo Andrade

Rodrigo Fonseca Andrade é um microempreendedor, teólogo e professor de línguas clássicas (Grego Koinê e Hebraico Massorético). Casado com Sílvia e pai de João Victor e Isabelle. Com formação em Tecnologia, Meio Ambiente e Teologia. Tem como objetivo principal tornar o conhecimento teológico simples e abrangente. Sendo assim demonstra através de fatos da vida como Deus é soberano e dirige nossa história pessoal. Neste blog você lerá, lembrará e se identificará com muitos dos fatos bíblicos exemplificados de forma simples e objetiva.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!