Publicidade

Rascunhos da Vida

Rascunhos da Vida: Fraturei minha alma!

Postado em 23/07/2020 6:00

Acidentes acontecem, eles fazem parte do percurso da vida. Mesmo quando se conhece bem o caminho, mesmo quando há um reconhecimento correto do terreno, podemos deslizar e cair no percurso.

Provérbios 25.18,19

Retirado do Site: https://www.pexels.com/pt-br/foto/acaso-acidente-ataduras-bicho-de-pelucia-42230/

Há alguns meses meu sobrinho sofreu um pequeno acidente de moto. Após passar por um “mata-burro” poucos metros depois ele caiu, vindo a machucar um dos joelhos. Não houve fratura exposta, mas os ligamentos unidos aos ossos fizeram com que filamentos do osso se desprendessem (um tipo de fratura), mas que geralmente é recuperada pelo próprio organismo.

É um processo doloroso, tanto a desinflamação quanto a recuperação pelo organismo. Nos primeiros dias ele não queria por os pés no chão. Havia aquela percepção da existência da dor mesmo não sendo visível a fratura. Igualmente agimos quando há exposição da raiz do dente ou alguma cárie oculta. Já “esprememos os olhos” esperando a dor ao tomar algo muito gelado.

Os acidentes de percurso não acontecem apenas fisicamente, muitas vezes eles afetam nossa alma, nossa psique. Alguns desses problemas são visíveis, outros não, alguns perceptíveis, outros nem tanto. O falso testemunho e as palavras desleais são extremamente prejudiciais a um relacionamento e a alma. Devem ser tratados como um acidente e não como uma forma comum de conduta. Quando há a quebra da confiança sempre esperamos que a pessoa nos decepcione ou ocasione dor novamente ao nosso coração.

A palavra desleal em hebraico é “bâghadh” que por sua vez significa coberto, agir secretamente, traiçoeiro, infiel, desleal. Esta palavra é usada para descrever aqueles que ocultamente fazem e tomam atitudes vergonhosas. É uma palavra que define pessoas que difamam e te abraçam, mentem e sorriem para você. Implantam ódio e falam que te amam, são falsas e se dizem verdadeiras.

Sim, reconquistar a confiança de alguém que lhe traiu é algo demorado, e doloroso, pois mesmo sendo curado das “feridas” e “fraturas” da alma as marcas vão permanecer. Pois as cicatrizes servem para nos lembrar de que mesmo sendo curado às atitudes tomadas nunca vão ser desfeitas.

Pense nisso, antes de trair a confiança de alguém se lembre em como isso trará marcas permanentes. Antes de agir com falsidade entenda que isso trará marcas permanentes. Portanto seja verdadeiro, leal, companheiro, demonstre amor, viva o amor que há em Cristo, lembrando o resumo dos mandamentos: amarás a Deus acima de todas as coisas, e ao teu próximo como a ti mesmo.

Um grande abraço.
Nos eternos e fraternos laços do amor de Cristo.

Rodrigo Fonseca Andrade
Um servo que já fraturou a alma de muitos e que toma cuidado para nunca mais fazê-lo.

Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

<
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
Autor do blog: Rodrigo Fonseca Andrade

Rodrigo Fonseca Andrade é um microempreendedor, teólogo e professor de línguas clássicas (Grego Koinê e Hebraico Massorético). Casado com Sílvia e pai de João Victor e Isabelle. Com formação em Tecnologia, Meio Ambiente e Teologia. Tem como objetivo principal tornar o conhecimento teológico simples e abrangente. Sendo assim demonstra através de fatos da vida como Deus é soberano e dirige nossa história pessoal. Neste blog você lerá, lembrará e se identificará com muitos dos fatos bíblicos exemplificados de forma simples e objetiva.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!