Publicidade

Rascunhos da Vida

Rascunhos da Vida: Escrito nas Pedras.

Postado em 13/07/2021 6:00

O amor à leitura faz parte da vida daqueles que apreciam o aprendizado. Podemos aprender de fato numa conversa, na participação de um curso ou workshop, num vídeo da Internet, numa palestra, mas nada se compara ao aprendizado pela leitura.

Jeremias 51.60-64

Retirado de Arquivo Pessoal

Na boleia do caminhão de papai, eu admirava as placas e outdoors da estrada. Vez por outra eu lia também nas pedras: “Leia a Bíblia”, ou “João 3.16”, até mesmo “Jesus está voltando”. Ficava pensando, porque alguém se daria ao trabalho de escrever nas pedras mensagens tão curtas e de tão difícil acesso? Porque precisavam ser tão grandes as letras? Porque precisavam ser repetidas inúmeras vezes? Após alguns anos entendi “o porquê” dos escritos.

Advertisement

“Leia a Bíblia” precisa ser repetido, pois talvez naquele momento você não tenha valorizado a mensagem. Ler a Bíblia é fonte de vida, de alegria, de esperança. É muito provável que você tenha até hoje só ouvido alguém falar sobre as Sagradas Letras, mas você precisa entender que às vezes essa pessoa possa estar lhe influenciando a ver a Palavra de Deus por seus olhos e não pela revelação clara do desejo do Senhor para sua vida. Quem está lendo por você pode lhe conduzir ao erro, portanto você deve comparar o que está sendo falado com o que está escrito nos Estatutos do Senhor. Peça a Deus oportunidade de ler sua Palavra e que o Espírito Santo lhe conduza ao conhecimento de sua vontade.

“João 3.16” necessita ser escrito inúmeras vezes, pois o amor de Deus é ofertado a todos os homens. Um amor tão sublime, tão grandioso, tão tremendo, que não poupou seu filho em nosso favor. Foi um exagero de amor, foi uma demonstração do inimaginável amor de Deus para com o homem. No entanto, muitas vezes não percebemos quem realmente nos ama, ou não valorizamos o seu amor. Então a repetição do exagerado amor de Deus se faz necessária, para que creiamos que Ele nos amou primeiro, mesmo sendo nós pecadores, não merecedores do perdão e da salvação.

A frase “Jesus está voltando” deve ser repetida várias vezes, pois talvez estejamos depositando nosso foco no que é perecível, esquecendo do perene, do pleno, do eterno. Por mais que tenhamos uma boa vida nesta terra, nela teremos aflições, nela padeceremos sofrimento, nela teremos momentos de angústia e dor, mas Jesus nos prometeu viver com Ele nas mansões celestiais, e lá não haverá choro, dor, angústia ou morte. No entanto muitos têm focado sua vida na prosperidade, nas curas e libertações, e se esquecido da proximidade do Senhor dos Senhores que virá num piscar de olhar.

Isaías faz um alerta: “leia todas as palavras”. Sim, pois nelas há esperança, certeza, justiça e verdade. Não permita que estas três mensagens que alguém se importou em escrever nas pedras escapem ao seu coração. Leia a Bíblia, não permitindo que outro faça por você. Conforme João 3.16, lembre-se de que Senhor lhe ama de uma forma exagerada. E por último, Jesus está voltando, portanto onde está o seu foco nesta vida?

Um grande e fortíssimo abraço!
Nos maravilhosos laços do amor de Cristo.

Rodrigo Fonseca Andrade
Um servo que lê a Bíblia sabendo que Deus nos ama e que por isso Jesus voltará em breve.

Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

<
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
Autor do blog: Rodrigo Andrade

Rodrigo Fonseca Andrade é um microempreendedor, teólogo e professor de línguas clássicas (Grego Koinê e Hebraico Massorético). Casado com Sílvia e pai de João Victor e Isabelle. Com formação em Tecnologia, Meio Ambiente e Teologia. Tem como objetivo principal tornar o conhecimento teológico simples e abrangente. Sendo assim demonstra através de fatos da vida como Deus é soberano e dirige nossa história pessoal. Neste blog você lerá, lembrará e se identificará com muitos dos fatos bíblicos exemplificados de forma simples e objetiva.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!