Publicidade

Rascunhos da Vida

Rascunhos da Vida: Dor de dente.

Postado em 30/07/2020 6:00

Existe algo pior que dor de dente? É claro que existe. Mas quando a dor é nossa tendemos a intensificar seu peso, achamos que a nos pertence é sempre pior, maior e mais dolorosa que de qualquer pessoa na face do universo.

João 11.11-27

Retirado do site: https://pt.freeimages.com/photo/dead-2-1-1435265

Ontem eu não estava muito bem, uma dor de dente terrível me perturbava. Parece que subia pelo canto do rosto, passando pelo canal respiratório empurrando o meu olho para a esquerda e apertando o meu cérebro contra meu crânio. Até o meu pensamento estava cansado e a minha paciência no limite. Se a dor é muito intensa precisamos tomar uma atitude, procurar um tratamento, e tentar não afetar quem está do nosso lado.

Quando estamos passando por um processo de dor, qualquer coisa pode fazer com que tenhamos atitudes que não teríamos no dia a dia. A pia cheia de louça, o cachorro da vizinha que não para de latir, as piadas daquele seu amigo que para tudo tem um gracejo. Um olhar machuca, uma palavra fere, um esbarrão é sinônimo de partir para a guerra. Parece que tudo é ofensivo, agressivo e inadequado.

Marta estava engasgada e solta o verbo em Jesus: “Se estivesses aqui meu irmão não teria morrido”. Maria por sua vez ou não tinha mais forças para se levantar, ou estava buscando auxílio no Senhor. Eu acredito que ela estivesse exaurida, abatida, acabada, derrubada e por isso não conseguiu levantar-se. Jesus diz: “Teu irmão há de ressurgir”. Marta e Maria sabiam disso, apenas não esperavam que fosse neste momento.

Ninguém está isento a dor. Agora veja o que precisamos fazer quando estamos sentindo dor:
Primeiro descubra a fonte da dor. Se há dor é porque existe algo errado, existe um problema. Este problema pode ser físico, emocional, espiritual ou tudo isso de forma inseparável. Mas eu preciso descobrir a origem da dor. A sensação desagradável é ocasionada pela saudade, pela ausência? É proporcionada pela decepção, pelo desamparo, pela vergonha? O problema é físico, um dente cariado, uma unha encravada, uma pedra na vesícula, uma ferida que não cicatriza? A dor é espiritual, o pecado está sobre seus ombros, o acusador faz seu papel, não encontras respostas para suas dúvidas? Então primeiramente descubra a origem da dor.

Segundo analise o porquê da existência da terebrante dor? Foi ocasionada por um mau hábito, por falta de cuidado, por um acidente? Veio a existir por falta de perdão, por vergonha, por desapontamento, por perder a confiança, por medo? É proporcionada por não ter certeza da verdade, por duvidar das promessas, por sentir que não há perdão para o seu pecado? Então analise o porquê de existir a dor, para que possas tirar a causa desta sensação e tratar o desconforto.

Terceiro busque o tratamento adequado. Se a dor é de dente, procure um dentista. Se na unha um podólogo, se for na cabeça um neurologista, se é no coração um cardiologista. Caso seja no coração psíquico um psicólogo, ou em casos depressivos agudos um psiquiatra. Se na alma procure em Deus e em Sua Palavra, se necessário consulte um líder espiritual. O que você não pode fazer é deixar de tratar a dor. Pense nisso, encontre a razão do seu desconforto, descubra porque ele veio a existir, busque o tratamento adequado.

Um grande e forte abraço!
Nos eternos, fraternos e confortadores laços do amor de Cristo.

Rodrigo Fonseca Andrade
Um servo que sentiu dor por isso irá procurar a solução, e aconselha você a fazer o mesmo.

Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

<
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
Autor do blog: Rodrigo Fonseca Andrade

Rodrigo Fonseca Andrade é um microempreendedor, teólogo e professor de línguas clássicas (Grego Koinê e Hebraico Massorético). Casado com Sílvia e pai de João Victor e Isabelle. Com formação em Tecnologia, Meio Ambiente e Teologia. Tem como objetivo principal tornar o conhecimento teológico simples e abrangente. Sendo assim demonstra através de fatos da vida como Deus é soberano e dirige nossa história pessoal. Neste blog você lerá, lembrará e se identificará com muitos dos fatos bíblicos exemplificados de forma simples e objetiva.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!