Rascunhos da Vida: CTI Infantil - Portal MPA

Publicidade

Rascunhos da Vida: CTI Infantil

Postado em 04/05/2020 6:00

Quando eu fiz a matéria “Capelania Hospitalar” tínhamos que fazer um pequeno estágio no Hospital Evangélico em Belo Horizonte.

Isaías 35

Retirado do Site: https://pt.freeimages.com/photo/icu-1468038

Não podíamos orar alto, tocar nos pacientes a não ser nas mãos, braços, ou na face e cabelos (mesmo assim com certos critérios e quando a doença não era contagiosa). Passei por vários setores: enfermaria, quartos e apartamentos, traumatologia, internação em quarentena, CTI, pediatria e CTI infantil.

No CTI infantil tive as experiências emocionais mais perturbadoras da minha vida, mas também as mais intensas vindas do sorriso de uma criança. Neste hospital aprendi o que é compaixão e como devemos demonstrar amor aos que estão perecendo sem esperança.

Lá muitas vezes eu fui colocado tão somente para segurar um bebê para transmitir calor humano (poderia conversar com ele com voz meiga igual fazemos com crianças pequenas ou com os Pets) e às vezes alimentá-los.

Um dia dei uma mamadeira para um bebê que de tão satisfeito sorriu e regurgitou. Precisei aprender que após ficar satisfeito o bebê precisa arrotar para que não venha a sufocar.

Isaías revela como será o Reino Messiânico. Quantas maravilhas, tanta alegria que regurgitarão e exultarão.

Mas ele nos instrui a ter compaixão para confortar os fracos e temerosos, e aos de corações perturbados levar as boas de esperança e recompensa advindas do Altíssimo.

Pense nisso, muito mais que só palavras ou estudos precisamos estar dispostos a ajudar aqueles que estão sem esperança, demonstrando compaixão e amor.

Um grande e forte abraço.
Nos verdadeiros laços do amor de Cristo.

Rodrigo Fonseca Andrade
Um servo que pede a Deus que sua mente e coração não deixe de ter compaixão.