Publicidade

Rascunhos da Vida

Rascunhos da Vida: Contra modismos…

Postado em 14/12/2020 6:00

Os “fobismos” estão em moda hoje em dia. Homofobismo, cacomorfobismo, ginecofobismo, sinofobismo, bifobismo, catagelofobismo, darwinofobismo, etc. Para todo tipo de aversão se cria um “fobismo” e encontram-se defensores, militantes, e acompanhantes. Defensores são os pensadores sobre o assunto, militantes os que entendem os conceitos defendidos e acompanhantes aqueles que por modismo entram na fila.

Romanos 13.8

Retirado do site: https://www.freeimages.com/pt/photo/phobias-1429970

O que os fobismos criados revelam para mim não é uma expressão de amor, mas apenas uma não aceitação de pensamentos ou atitudes contrárias. Uma pessoa se posiciona contra as teorias de Charles Darwin é tida como irracional, como preconceituosa, como alguém cujo conhecimento científico está baseado em mentiras, ou histórias narradas num livro de capa preta.

Quando uma pessoa condena o homossexualismo o mesmo acontece, e geralmente a pessoa é banida de redes sociais, é tratada como não tolerante. É tida como inadequada, como antiquada e preconceituosa. Tudo porque afirma ser pecado o homossexualismo. O que as pessoas não entendem é que condenar um ato não exclui o amor que você pode sentir pelas pessoas.

Bem, conhecendo a Bíblia (mesmo que superficialmente, pois ainda há muito a aprender), reconhecendo a sabedoria e soberania de Deus em todas as coisas, afirmo que o referido ato será condenado por Deus no seu tribunal final. Mas, não sou eu quem dirá quais pessoas poderão entrar ou não no céu. Não me pertence o julgamento, pois não conheço os designíos, e mistérios de Deus, muito menos nunca penetrei ao coração humano para de fato reconhecer quem são os seus eleitos do Altíssimo.

Mas nesta terra eu preciso amar as pessoas, independente de suas escolhas, erros e acertos. “É preciso amar, as pessoas como se não houvesse amanhã” assim diz a canção Dado Villas Boas, Marcelo Bonfá e Renato Russo. E eles não estão errados. Você e eu não podemos odiar alguém por ser homossexual, pelo contrário se você tem um amigo, parente, irmão, filho deve amá-lo incondicionalmente e fazer de tudo para demonstrar o seu amor por ele (não só homossexuais, mas homicidas, genocidas, etc… e até mesmo políticos). No entanto deve deixar claro que um dia todos nós prestaremos contas diante do Justo Juiz.

Você e eu precisamos amar todos. Os pedófilos, homicidas, ladrões, entre outros, mas isso não quer dizer que precisamos deixar impunes aqueles atos que atentam contra a integridade da vida de outros. Se o ato praticado for contra a singularidade individual, se afetar o bem-estar ou integridade de outro, com certeza deve ser punido. É claro que isso não nos dá o direito de agredir com palavras, ações, ou para mim com o mais doloroso que é o desprezo. É fácil lidar com palavras, é muito fácil desviar-se de agressões físicas, mas é maquiavélico sentir o desprezo daqueles que nós amamos e voluntariamente nos afastam do seu convívio.

Pense nisso, você precisa amar aqueles que estão próximos a você, e isso independente de seus atos. Mas não precisa deixar impune aquilo que prejudica o outro, a sua liberdade, o seu caráter, sua integridade física, mental e/ou espiritual. Ame de verdade e não apenas de palavras ou posts nas redes sociais.

Um grande e forte abraço!
Nos eternos e verdadeiros laços do amor de Cristo.

Rodrigo Fonseca Andrade
Um servo que ama as vítimas dos “fobimos”, mas nem sempre concorda com seus atos.

Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

<
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
Autor do blog: Rodrigo Andrade

Rodrigo Fonseca Andrade é um microempreendedor, teólogo e professor de línguas clássicas (Grego Koinê e Hebraico Massorético). Casado com Sílvia e pai de João Victor e Isabelle. Com formação em Tecnologia, Meio Ambiente e Teologia. Tem como objetivo principal tornar o conhecimento teológico simples e abrangente. Sendo assim demonstra através de fatos da vida como Deus é soberano e dirige nossa história pessoal. Neste blog você lerá, lembrará e se identificará com muitos dos fatos bíblicos exemplificados de forma simples e objetiva.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!