Rascunhos da Vida: Armas marciais - Portal MPA

Publicidade

Rascunhos da Vida: Armas marciais

Postado em 31/05/2020 6:00

Uma vez eu estava em casa treinando com o “nunchako” (uma arma usada no combate em artes marciais), quando de repente senti uma “cacetada” na parte de trás da cabeça. Depois disso eu apenas me lembro de ter acordado muito tempo depois.

Lamentações 3.22-24

Retirado de Arquivo pessoal.

Existe uma lacuna de tempo na minha existência. Trinta minutos ou mais eu nunca terei lembrança. Estava atônito, sem conhecimento do tempo passado, nem sei se alguém me viu ou tentou me acordar.

Jeremias estava aflitíssimo, talvez angustiado pela destruição de Jerusalém. Destruição essa ocasionada pelo pecado de uma nação.

Ele encontra dificuldades em afastar esse espírito sombrio do seu coração. Mesmo reconhecendo a total e perfeita soberania de Deus em todos os eventos, ele estava como eu “atônito”, “confuso”, “atormentado” por ver Deus permitir tamanha assolação e aflição.

Mesmo assim ele fez uma declaração das misericórdias diárias de Deus sobre nós, apesar de nossa infidelidade. Ele destaca que todas as bênçãos da vida vêm do Senhor e que consequentemente nossa confiança deve estar unicamente em Deus.

Pense nisso, você pode estar “desnorteado”, “angustiado”, mas o Senhor está no controle de todas as coisas e situações. Basta tão somente confiar nele.

Um grande e forte abraço.
Nos eternos e fraternos laços do amor de Cristo.

Rodrigo Fonseca Andrade
Um servo que mesmo sem saber o que está acontecendo prefere confiar no Senhor.