Publicidade

Rascunhos da Vida

Rascunhos da Vida: A árvore não muda.

Postado em 04/11/2020 6:00

Quantas vezes você já duvidou de algumas coisas? Já desacreditou de algumas notícias apresentadas, de coisas que foram ensinadas, de textos ou informações lidas? É normal duvidar de algo? É necessário colocar todas as coisas sobre uma reflexão? Podemos mudar de visão ou propósito?

Êxodo 33.3 e Josué 1.1-11

Retirado do Site: https://www.freeimages.com/pt/photo/dry-tree-3-1390591

Eu e o Deco fomos caçar periquitos, aqueles verdinhos com asinhas com pontas vermelhas, azuis e amarelas. Geralmente são pássaros oportunistas ocupando as casas de João de Barro para fazer sua morada temporária e criar sua prole. Nossa missão era tirar a casa do João de Barro e nos apropriarmos dos filhotes. Lembro-me que a árvore escolhida era cheia de espinhos, do tipo conhecida como maminha de porca.

Quando chegamos perto o Deco foi à frente e começou a tentar subir na árvore. Quando eu cheguei junto à árvore vi que estava muito difícil para subir, então cortei os espinhos com meu facão, até uma altura confortável para que o Deco pudesse subir. Pegamos a casinha com os filhotes e voltamos alegres para casa. Na minha visão a árvore parecia mais baixa quando pegávamos carona com o papai no caminhão.

Na mesma árvore havia outra casa de veraneio dos periquitos Tuim. Decidimos voltar na outra semana a fim de pegar mais filhotes. Desta vez fomos de carona com papai. Chegamos à árvore e nem precisamos escalá-la, eu apenas precisei levantar meus braços e remover a casa dos periquitos. Era a mesma árvore, mas de ângulos diferentes. Ela ficava do lado de um barranco, e para pegar ambas as casinhas era preciso apenas subir no barranco e alcançar os galhos que ficavam próximos a ele. A árvore não mudara, mas a nossa atitude diante dela sim.

Deus não muda, e isso é fato. Deus não mudou suas promessas, Ele não mentiu, muito menos mudou de ideia. Mas o arrependimento humano mudou o seu relacionamento com o homem. Quando a geração de Josué se posicionou ao lado de Deus, quando eles se arrependeram dos pecados cometidos, o relacionamento Deus e homem mudou e Ele os acompanhou na “Terra prometida”.

Eu poderia afirmar “a árvore dos periquitos está a minha direita”, e quando mudasse de lado dizer “a árvore dos periquitos está a minha esquerda”. A árvore não mudou, mas o meu relacionamento com ela sim. Num momento eu teria muitos obstáculos, noutro livre acesso. Com isso posso verdadeiramente afirmar que nem todas as advertências, ou mesmo as promessas de Deus são incondicionais. Algumas estão ligadas a uma condição, que quando satisfeita muda à forma da aplicação, mas não desvincula do propósito.

O propósito de Deus é irreversível, seu desejo é que todos os homens se salvem. No entanto, para que isso aconteça é necessário ao homem crer em Cristo como único e suficiente salvador. O propósito nunca é alterado, partiu de Deus para o homem. Mas certas condições são temporárias ocasionadas pela forma que nos relacionamos com Deus. Pense nisso, as promessas de Deus estão aí, elas são imutáveis, mas as condições para recebê-las estão alinhadas ao seu relacionamento com Deus e a fé salvífica em Cristo Jesus.

Um grande e forte abraço!
Nos fraternos laços do amor de Cristo.

Rodrigo Fonseca Andrade
Um servo que crê no Deus imutável, mas que muda sua visão quando foca na Árvore da Vida.

Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

<
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
Autor do blog: Rodrigo Andrade

Rodrigo Fonseca Andrade é um microempreendedor, teólogo e professor de línguas clássicas (Grego Koinê e Hebraico Massorético). Casado com Sílvia e pai de João Victor e Isabelle. Com formação em Tecnologia, Meio Ambiente e Teologia. Tem como objetivo principal tornar o conhecimento teológico simples e abrangente. Sendo assim demonstra através de fatos da vida como Deus é soberano e dirige nossa história pessoal. Neste blog você lerá, lembrará e se identificará com muitos dos fatos bíblicos exemplificados de forma simples e objetiva.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!