Rascunhos da Vida

Rascunhos da Vida: A arte da Conquista é ser conquistado.

Postado em 20/01/2020 6:00

Paixão, segundo o dicionário Aurélio: “palavra de origem latina, onde sentimentos ou emoções são dotados de um elevado grau intensidade, sobrepondo-se a lucidez e a razão, pode ser amor ardente, uma inclinação afetiva e sensual intensa”. Um verdadeiro entusiasmo avivado por algum elemento.

I Coríntios 11.11

Foto de Arquivo Pessoal.

Era adolescente e queria uma namorada, como eu já tinha trabalho, já tinha salário (inclusive carteira assinada), já orava há bastante tempo. Então resolvi que era a hora, estava com aproximadamente dezesseis anos. Como não sabia o que fazer passando por uma banca de revista vi um livro: “Conquiste alguém em cinco passos”, não vacilei, comprei no ato. Existia um passo a passo para conquistar alguém. Tentei colocar em prática, mas quanto mais tentava mais me embaraçava e não dava certo.

Abri meu coração para algumas garotas que admirava, para uma delas até dei uma resposta que eu imaginava ser a dela. Nenhum dos “cinco passos” deu certo. Depois disso parei de tentar, e preferi me envolver mais com meus amigos, meus estudos, minha igreja. E quando fiz isso surgiu minha primeira namorada, não deu certo. Veio então minha segunda, que deu menos certo que a primeira. A terceira está dando certo até hoje.

Custei a descobrir que a “Arte da Conquista é ser Conquistado”, minha eterna namorada conquistou meu coração, ao ponto de não ter olhos para outra mulher e não desejar em momento algum a companhia de outra pessoa. Quando possível saímos “só” nos dois, para bater um papo, para fazer compras, para comer algo, ou simplesmente ficarmos juntos. Dos cinco passos para conquistar alguém nada deu certo, mas quando esse alguém conquistou meu coração, eu também pude conquistar o dela.

Relacionamentos não surgem do nada, eles são desenvolvidos, é muito natural um jovem namorar uma pessoa que às vezes nem gostava quando criança, alguém que pegava no seu pé, que o incomodava, mas uma coisa é certa o grau de envolvimento e amizade auxilia na conquista mútua. O autor de “Cantares” (ou Cântico dos Cânticos) dá dicas importantes para fazer com que esse relacionamento seja duradouro (não perfeito), pois muitas coisas tentarão impedir que você possa seguir em frente, muitos tentarão dizer que não vale a pena, que o fardo é pesado demais, que o sofrimento é visível, ou o jugo é desigual demais.

Mas não se esqueça de que se Cristo for quem dirige sua vida, se Deus for o centro do seu relacionamento, se o Espírito Santo tiver livre acesso ao seu coração, as situações difíceis de um relacionamento a dois podem ser solucionadas no poder de Cristo o Mestre. Portanto, na caminhada difícil do relacionamento entre o homem e mulher opte por apoiar-se em Jesus, em sua Palavra e aprenda a ser conquistado, visado sempre o melhor para o outro.

Um grande e forte abraço!
Nos lindos e maravilhosos laços do amor de Cristo!

Rodrigo Fonseca Andrade
Um servo que descobriu que a arte da conquista depende de ser conquistado.

Veja também
<
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
Autor do blog: Rodrigo Fonseca Andrade

Rodrigo Fonseca Andrade é um microempreendedor, teólogo e professor de línguas clássicas (Grego Koinê e Hebraico Massorético). Casado com Sílvia e pai de João Victor e Isabelle. Com formação em Tecnologia, Meio Ambiente e Teologia. Tem como objetivo principal tornar o conhecimento teológico simples e abrangente. Sendo assim demonstra através de fatos da vida como Deus é soberano e dirige nossa história pessoal. Neste blog você lerá, lembrará e se identificará com muitos dos fatos bíblicos exemplificados de forma simples e objetiva.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: Este conteúdo é protegido!