Publicidade

NORD Research

Finanças: “Prevejo Ibovespa a 133 mil pontos”

Postado em 06/01/2021 11:00

Muito mais difícil que prever é confiar na previsão. Nós confiamos nas mesmas previsões que fizemos no início de 2020 – isso é o que chamamos de estratégia de longo prazo.

Em seu futuro, eu prevejo…

Começou um novo ano e, com ele, temos uma infinidade de previsões sobre tudo o que se imagina.

Se vai chover, se vou encontrar um amor, se é o ano do meu signo, se vou ganhar na Mega-Sena, se vou quebrar o dedinho chutando o pé da cama…

Imagem de um homem com uma bola de cristal.

Ainda, os bancos de investimento e as corretoras soltam relatórios enormes (que ninguém lê) com suas estimativas sobre o ano que se inicia.

Ok, as pessoas leem a primeira página – aquela com os títulos em negrito e os 3 blocos principais dos temas abordados nas próximas 123 páginas.

Outro dia, um jornalista me perguntou qual era a minha estimativa para o Ibovespa em 2021…

Disse, deseducadamente, que minha bola de cristal tinha quebrado.

As previsões para 2020

Vamos voltar um pouco no tempo. Em 04 de dezembro de 2019, o Valor econômico publicou:

Tabela mostra estimativas para 2020 (em mil pontos) com o título: Para onde vai o Ibovespa?

Fonte: Valor Econômico.

Na média, 135 mil pontos. Mais otimista 150 mil e mais pessimista 125 mil (eu gosto da precisão de alguns – 131 mil pontos e 126 mil pontos).

Lembrando que abrimos o ano em 115 mil pontos e fechamos com IBOV a 119 mil pontos.

Acertaram?

No meio do caminho havia uma pandemia

"Óbvio que erraram, Bruce! Em 2020 teve pandemia".

Ok. O mais interessante foi o que os bancos e corretoras fizeram com o impacto do choque do Coronavírus.

Claro, um choque externo, absolutamente imprevisível, deveria mesmo mudar as estimativas dos analistas para os mercados.

Em abril de 2020, o Valor publicou:

Tabela com o título: Novo cenário para o Ibovespa: instituições revisam estimativas para 2020.

Fonte: Valor Econômico.

Dos 135 mil, as previsões caíram para 95 mil, em média.

O mais engraçado é que as previsões iniciais estavam mais próximas do alvo (119 mil pontos) do que as revisões…

É claro que as previsões foram mudando de acordo com o que acontecia durante o ano.

Previsões do mercado para o Ibovespa ao longo de 2020.

Ibovespa. Fonte: Bloomberg.

Ibovespa subindo, previsões subindo. Ibovespa caindo, previsões caindo. Ibovespa se recuperando, previsões se recuperando.

É injusto criticar as previsões para um ano maluco como 2020? Pesquise as mesmas previsões para anos mais "normais".

Projeções para o Ibovespa em 2021

O insucesso em tentar acertar o Ibovespa em 2020 não tirou, nem um pouco, a coragem dos bancos e corretoras.

Esse pessoal é corajoso demais.

Em 30 de dezembro de 2020, o Valor publicou :

Tabela com o título: Ibovespa em 2021: projeções para o índice acionário.

Fonte: Valor Econômico.

Se não deu certo em 2020, vamos tentar de novo em 2021.

Ou será que teremos revisões e re-revisões e re-re-revisões em 2021?

O que fazem os investidores institucionais?

Permita-me lhe contar um segredo.

A análise do sellside, como é feita hoje em dia pelos bancos e corretoras, foi pensada para suprir as necessidades dos investidores institucionais.

São documentos preparados pelos grandes bancos e corretoras para os grandes fundos e gestoras.

As corretoras "ajudam" os fundos dando ideias de investimento (análise gratuita) e os fundos "retribuem" pagando corretagem.

Homem de terno aponta para uma mesa cheia de notas de dinheiro.

Fonte: Money Mozart.

Ou você acha que os bancos e corretoras produzem análise de graça para ajudar o pequeno investidor?

Briga de cachorro grande

Como em toda relação comercial, os fundos que mais pagam são os fundos que mais levam.

Tom Hanks fala ao celular e, ao lado, há um balão com a frase: Show me the money! (filme: Jerry Maguire).

Fonte: Steemit

"Show me the money!" ("me mostre o dinheiro") – eu adoro Jerry Maguire.

Os relatórios enormes em PDF são “para inglês ver".

Os grandes fundos nem leem o que escrevem os bancos – eles recebem centenas de relatórios por semana (é por isso que existe aquele resumo na primeira página).

O gestor de fundo grande dá uma olhada na primeira página e, se acha interessante o conteúdo, pega o telefone e liga para o analista.

Sim, o grande investidor ignora as 123 páginas e vai direto na fonte.

Ao telefone, o analista tem a liberdade de contar ao seu cliente (gestor de bilhões) "a real".

A discussão pelo telefone é completamente diferente do que fica escrito no relatório de análise.

A troca de informações é muito mais direta, e o analista tem muito mais liberdade para criticar e/ou elogiar empresas e mercados.

Assim, as opiniões mais "sinceras" do analista não impactam as empresas clientes dos bancos e corretoras negociadas em bolsa.

Ou você acha que alguma empresa faria uma emissão de ações com um banco que tem "venda" ou "redução" na ação?

Desconfie de tudo e de todos no mercado financeiro.

Mais difícil que prever é confiar na previsão

Investir é psicológico.

Investir é um ato de confiança.

Se você não confia no que está investindo, vai vender suas ações nos piores momentos de mercado.

Sim, eu também já fiz isso.

Confiando nos resultados da empresa, você compra mais quando todos vendem.

Você compra mais bolsa quando a bolsa cai.

Você compra barato.

Você ganha dinheiro.

Minhas previsões para 2021

Empresas com resultados (receita, Ebitda e lucro) crescentes e preços baixos (EV/Ebitda e P/L) nos darão alegrias em 2021.

Empresas que têm capacidade de crescer independentemente da economia brasileira são ótimos investimentos.

Empresas que tenham uma dinâmica de crescimento própria e não dependam de dólar, commodities, juros, China etc. são ótimos investimentos em 2021.

Minhas previsões foram bem em 2020:

Gráfico mostra Investidor de Valor (branco), ANTI-trader (laranja) e Ibovespa (verde).

Investidor de Valor (branco), ANTI-trader (laranja) e Ibovespa (verde). Fonte: Bloomberg.

Mantenho as mesmas previsões para 2021.

A pontuação do Ibovespa, ao final do ano, simplesmente não importa.

Compraremos ações sempre. Estaremos investidos em empresas para sempre.

Tudo o que fazemos é de longo prazo. São anos. São décadas.

É o que chamamos de estratégia.

É o que chamamos de confiança.

Confie em seus investimentos.

Junte-se a nós.

Postado originalmente por: Nord Research

Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

<
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
Autor do blog: Nord Research

RECOMENDAÇÕES DE INVESTIMENTO COM RESULTADOS COMPROVADOS
A geração de riqueza para nossos assinantes é o nosso compromisso primordial. Somos uma casa de análise independente formada por profissionais com ampla experiência de mercado.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!