Publicidade

NORD Research

Finanças: O atrevido Masayoshi "squeeza" o mercado

Postado em 09/09/2020 21:00

O maior Gamma Squeeze da história acontece em frente aos nossos olhos. O maior kamikaze dos investimentos mundiais está à frente da segunda maior empresa do Japão. Vale a pena acompanhar essa aventura.

-10 por cento em 3 dias

Você viu o que aconteceu com o mercado americano nos últimos 3 dias?

Nasdaq (branco), S&P500 (azul) e Dow Jones (laranja). Fonte: Bloomberg.

Em apenas 3 dias, o índice de tecnologia Nasdaq caiu mais de -10 por cento e entrou em "território de correção".

As gigantes de tecnologia, as "FAAMG", puxaram o mercado para cima e, agora, puxam o mercado novamente para baixo.

Facebook (azul claro), Apple (branco), Amazon (azul), Microsoft (laranja) e Google (amarelo). Fonte: Bloomberg.

Mas o que é bastante interessante aqui é o trade Kamikaze, que o maior fundo de Venture Capital do mundo teve no mercado de opções americano.

Foi algo de filme. É uma história magnífica. Explico.

O Capital Atrevido, o Capital Ousado

Venture Capital, ou pessimamente traduzido para "capital de risco", são os investidores em empresas nascentes com o objetivo de acelerar seu crescimento.

"Venture" seria muito mais aventura que risco. "Venture" está muito mais ligado ao fato de se atrever, de ousar.

Hoje, o Venture Capital está ligado às empresas de tecnologia, justamente pela possibilidade de rápido crescimento com capital limitado.

Mas o Venture Capital nunca se limitou apenas às empresas de tecnologia.

O Venture Capitalist descobre mercados, enfrenta barreiras, constrói e destrói bilhões…

O ousado Masayoshi

As histórias do Softbank e de seu fundador, Masayoshi Son, se confundem.

O Softbank é conhecido por investimentos ousados e alto risco – justamente o contrário do que se imaginaria de uma empresa japonesa.

Atrevido, Masayoshi criou um fundo de Venture Capital que vale 110 bilhões de dólares. A segunda maior empresa do Japão.

Softbank (branco), Nasdaq (azul), S&P500 (vermelho) e Nikkei (laranja). Fonte: Bloomberg.

(Olhem só o tamanho das altas do Softbank em 1999, no topo da bolha de tecnologia americana).

Masayoshi e o Softbank eram conhecidos por investimentos excepcionais nos primórdios do gigante chinês Alibaba e em diversas empresas de Telecom globais.

Porém, mais recentemente, a boa reputação do Softbank foi destroçada com investimentos catastróficos no WeWork e na WireCard.

WireCard. Fonte: Bloomberg.

As histórias das duas empresas são riquíssimas, entretanto, em respeito ao tamanho deste texto, vamos deixá-las para depois.

A ousadia de Masayoshi, que havia dado resultados excepcionais, mostrava defeitos enormes.

Crescimento a todo custo, valuations esticados demais, balanços maquiados, mentiras e fraude…

As manchetes sobre o, outrora, ousado Masayoshi haviam mudado completamente.

Winner take all

As gigantes de tecnologia americanas vêm mostrando ao mundo, há anos, o potencial explosivo das plataformas de tecnologia.

Até o mais cético dos investidores, Warren E. Buffett, não resistiu ao encanto dos lucros crescentes das "FAAMG" e comprou Apple (quase 25 por cento de seu portfólio apenas em Apple).

E, como não poderia deixar de ser, o espírito humano entrou na aventura.

Como em todo rally que parece durar para sempre, entram os apostadores esperando que o rally efetivamente dure para sempre. É sempre a mesma coisa.

Nos anos 1920, o forte crescimento do crédito criou bolhas nos imóveis e nas ações.

Nos anos 1970, as nifty-fifty eram 50 empresas de crescimento tão sólido que preço não importava.

Em 1999, a internet e a invenção de um novo mercado justificavam pagar qualquer preço.

Nos anos 2000, a dominância das FAAMG justifica comprá-las a qualquer preço…

Justifica?

O frenesi e as bolhas

Presenciamos, no Brasil atual, como pessoas físicas, tomadas pelo sonho da riqueza fácil e rápida, entram no mercado de ações e opções como caminhões desgovernados.

Não somos os únicos. Nos EUA, vem acontecendo a mesmíssima coisa.

O volume de opções de ações é maior que o volume de ações pela primeira vez na história (esquerda). O volume de opções negociadas de ações subiu 129 por cento em 2020 e 35 por cento no mês de julho (direita).

Os apostadores americanos buscavam as opções mais "baratas", mais próximas ao vencimento, para fazer apostas alavancadas nas altas das ações.

Volumes de opções com menos de 2 semanas para o vencimento representavam 75 por cento do total (esquerda). Os investidores estavam comprando muito mais calls (aposta na alta) que puts (aposta na baixa, direita).

Tudo isso acontecendo com um volume cada vez maior de trades de valores cada vez menores.

E, claro, os maiores volumes estavam concentrados nas ações que mais subiam: Amazon, Tesla, Apple, Netflix, Facebook etc.

Mas um ousado MEGAinvestidor viu uma oportunidade surgir. As pessoas não estavam mais sozinhas em sua aposta.

O "Gamma Squeeze"

As opções negociadas no mercado normalmente são criadas pelos grandes formadores de mercado, os grandes bancos e corretoras.

Os traders de volatilidade criam as opções "do nada" e as negociam no mercado com o objetivo de ganhar um spread.

Comentamos nesta newsletter, em 19 de agosto, como os traders de vol vendem volatilidade (opções) cara para tentar recomprá-la barata (o spread).

Comprando uma call de VALE3, fora o dinheiro, apostamos que as ações subirão.

O trader de vol que vendeu a opção, para se proteger, compra as ações de VALE3 para se blindar de possíveis altas da ação  o Delta Hedge.

Quanto mais VALE3 sobe, mais ações o trader precisa comprar para se proteger por isso dizemos que o delta hedge é dinâmico, ele varia com o preço de VALE3.

Os compradores das calls não vendem as ações, mas os vendedores das calls (traders de vol) são obrigados a comprá-las, criando uma demanda adicional por ações.

Quando o volume de calls vendidas pelos traders é grande demais, temos uma demanda enorme por mais compras de VALE3.

É um loop infinito. Quanto mais VALE3 sobe, mais VALE3 os traders precisam comprar.

É o que chamamos de "Gamma Squeeze".

O ousado especialista em bolhas

Até esfrego minhas mãos para escrever estas linhas. É aqui que a história fica excitante.

Masayoshi e seu COLOSSO Softbank, especialistas que são em se aproveitar de "momentos especiais" de mercado (evitei usar bolhas), entraram na festa.

O ZeroHedge, inclusive, reportou que o Softbank contratou traders especializados em Gamma Squeeze (do enrolado Deutsche Bank – essa história também é ótima, veja o filme "A Grande Aposta") para operar no mercado.

Se as pessoas físicas, sozinhas, estavam "squeezando" (espremendo) o mercado, o Softbank, com seus bilhões de dólares dos pobres velhinhos dos fundos de pensão japoneses, entrava como uma baleia mergulhando em uma banheira.

Inventaram até um termo para eles: o "Gamma Whale".

Segundo o Financial Times, o Softbank teria lucrado nada menos que 4 bilhões de dólares squeezando o mercado – o mesmo valor que o Venture Capital teria comprado em calls.

O Softbank teria lucrado +100 por cento em alguns meses. E o que acontecerá com esses 4 bilhões agora?

Caem as cortinas

Minha excitação é grande demais para saber como será o desenrolar dessa história.

Sabemos que os traders de vol, "squeezados" nos últimos meses, estão com sangue nos olhos para punir o conglomerado japonês.

Masayoshi precisa do mercado para vender suas opções. Como o Softbank sairá dessa enrascada?

Terá o kamikaze japonês mais uma carta na manga?

Torço pelos traders e pelo lucro dos bancos? Ou torço por Masayoshi e pelos pobres velhinhos dos fundos de pensão japoneses?

Estarão as pessoas físicas americanas a par de tudo o que acontece? Teriam entendido o enorme "gamma squeeze" das sardinhas gringo?

Como será o impacto dos movimentos no nosso pobre mercado brasileiro?

Sabemos que o César (ainda) não tem as gigantes de tecnologia no Nord Global. Estaria ele de olho nas quedas?

Estou ansiosíssimo para o que dirá César em seu Telegram (vamos, César!).

E eu ainda nem comecei a falar de Tesla… Vocês estão vendo o que está acontecendo com Tesla?

O mercado financeiro é interessante demais para ignorar seus descaminhos.

Confira conosco diariamente, aqui, no maravilhoso Nord Insights…

Fococ

Postado originalmente por: Nord Research

Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

<
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
Autor do blog: Nord Research

RECOMENDAÇÕES DE INVESTIMENTO COM RESULTADOS COMPROVADOS
A geração de riqueza para nossos assinantes é o nosso compromisso primordial. Somos uma casa de análise independente formada por profissionais com ampla experiência de mercado.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!