Finanças: Depois disso, ainda dizem que é fácil ganhar dinheiro com IPO… - Portal MPA

Publicidade

Finanças: Depois disso, ainda dizem que é fácil ganhar dinheiro com IPO…

Postado em 26/12/2021 10:00

Ninguém tem coragem de falar sobre isso, mas nós precisamos falar e nos sentimos até mais leves. (Anote aí)

— “Quem entra em qualquer IPO é louco.”

A maioria das empresas que realizaram oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês) em 2021 amargam perdas por não entregarem, por exemplo, resultados consistentes e crescimento.

Para além disso, é preciso analisar ainda:

– Possui visibilidade de resultados (consistência de crescimento no futuro)?

– Possui rentabilidade (ROE e ROIC) alta e consistente?

– Qual o preço (múltiplos) EV/Ebitda e/ou P/L baixos?

– Qual o nível de endividamento? É baixo (dívida líquida/Ebitda)?

Na Nord, se uma empresa gabaritar todos esses requisitos, ela tem grandes chances de entrar para uma de nossas carteiras recomendadas.

É claro que o cenário Macro conturbado com inflação global alta, juros voltando para dois dígitos e a eleição presidencial no Brasil afetaram parte do resultado negativo das novatas da Bolsa — os investidores têm mais receio em apostar naquilo que tem pouco histórico.

Um levantamento feito pela analista de ações, Danielle Lopes, mostrou que a maioria está atravessando um momento difícil. Dos 49 IPOs concluídos neste ano, apenas 12 ações tiveram desempenho positivo.

De acordo com o estudo, +24 por cento com desempenho acima do preço inicial dos papéis e -76 por cento abaixo. No ranking, a Vamos é a ação com melhor desempenho entre as empresas que fizeram IPO neste ano.

Então quer dizer que a ação que mais subiu implica necessariamente melhor investimento?

Não. E para você entender a diferença entre preço e fundamento, vamos a alguns exemplos.

1. Vamos

A Vamos (VAMO3) despontou na liderança do ranking, com uma valorização de +90,8 por cento até o dia 22 de dezembro.

A locadora de caminhões estreou na B3 no dia 29 de janeiro, porém era uma velha conhecida do mercado financeiro, pois pertence ao Grupo Simpar (SIMH3).

Com a IPO, a Vamos movimentou cerca de 1,186 bilhão de reais que foram destinados ao caixa da companhia para a renovação da frota para a locação, entre outras despesas.

Postado originalmente por: Nord Research