Publicidade

NORD Research

Finanças: Com a palavra, Mister Sardinha

Postado em 14/08/2020 13:00


Na semana de aniversário da Nord, resolvemos fazer algo diferente: abrir espaço para um leitor escrever sua própria newsletter.

O assinante Edson nos enviou o seu texto e eu adorei. Então, vamos ceder o espaço da news de hoje para ele.

Quando li a mensagem, logo pensei: esse é o melhor presente de aniversário que a Nord poderia receber.

Não havíamos solicitado. O Edson simplesmente escreveu e nos enviou.  

Se você também tem vontade de ver seu texto distribuído para centenas de milhares de leitores, envie para nós. Conte a sua história como investidor. Quem sabe você não se torna a próxima estrela da newsletter.  

Um abraço,

Marilia Fontes


O Caso das Bruxas de Beardstown e o Mago de Omaha

Por Edson Muylaert

As Bruxas de Beardstown

No fim do século passado, em Beardstown (EUA), um remoto vilarejo com menos de 6 mil habitantes no estado de Illinois, 16 senhorinhas na faixa dos 70 anos de idade, carinhosamente apelidadas de The Beardstown Ladies, fundaram seu próprio clube de investimentos.

Com modestos aportes mensais de 25 USD e periódicas reuniões nos porões de uma igreja, ganharam notoriedade mundial após ter sido divulgado o retorno anual de 23,4 por cento de sua carteira, desde a fundação do clube em 1983.

Como senhoras pacatas do interior poderiam ter superado Wall Street? Qual poção mágica teria sido capaz de suplantar algoritmos, análises e pesquisas? Afinal, qual era o segredo das Bruxas de Beardstown?

Em 1995 publicaram um livro que se tornou best seller. Com princípios simples de serem compreendidos e um fácil processo a ser seguido, as Bruxas de Beardstown rapidamente ganharam a atenção da mídia e passaram a fazer conferências por todo o país. Era realmente surpreendente – e ao mesmo tempo constrangedor – que uma fórmula mágica fosse capaz de superar formação acadêmica e experiência profissional, dois atributos chaves para bons analistas e gestores do mercado financeiro.

Essa situação perdurou até que uma auditoria apurasse um erro de cálculo na rentabilidade da carteira das Bruxas de Beardstown. Os resultados mudaram radicalmente. Ao invés dos 23,4 por cento ao ano anunciados, a rentabilidade média anual havia sido de 9,1 por cento. Enquanto, no mesmo período, o S&P 500 bateu na casa dos 14,6 por cento. As velhinhas foram perdoadas, mas perderam sua reputação como grandes investidoras.

Nas décadas de 80 e 90 do século XX, o crescimento da economia, a alta dos preços das ações nos EUA e outros fatores conjunturais, levaram o investidor médio americano em busca de maiores ganhos na bolsa. Foi justo nessa onda em que se formaram, tanto o grupo das Beardstown Ladies, quanto outros clubes de investimentos nos EUA.

O caso das simpáticas velhinhas de Illinois ilustra bem a situação do investidor neófito – conhecido no jargão popular do mercado como “Sardinha” – que se aventura a mergulhar nos mares da bolsa de valores e no mundo dos investimentos sem os devidos cuidados.

O Sardinha somos eu e você. Pecamos por nos aventurarmos no desconhecido. Pecamos por fazermos escolhas erradas. Pecamos e pagamos caro muitas vezes.

Mas seria possível o investidor médio aumentar suas chances de êxito em seus investimentos? Onde encontrará a fórmula mágica prometida pelas Bruxas de Beardstown?

O Mago de Omaha

Ao assistir pela primeira vez o documentário Becoming Warren Buffett (em português: Como Ser Warren Buffett), fiquei bem impressionado, não apenas pelo estilo de vida simples e austero do bom velhinho, como também por seu foco, sua preparação acadêmica e sua dedicação ao trabalho.

Todos, ou quase todos, conhecemos a consistência de resultados que sua empresa de investimentos, a Berkshire Hathaway, vem conseguindo ao longo de décadas.

Sim, eu gostaria de seguir os conselhos do Mago de Omaha, de aprender com ele. Acho que é o sonho de todo Sardinha. E, com certeza, o de muitos profissionais do mercado financeiro. Não faltam livros, artigos, vídeos e áudios que tentam passar os conhecimentos ocultos do Mago. Suas frases e aforismos ficaram famosos mundo afora. Warren Buffett é o verdadeiro MITO.

Bruxas x Mago

A lição que talvez possamos tirar ao analisarmos As Bruxas de Beardstown versus o Mago de Omaha, é que o conhecimento e a experiência são alavancas poderosas para o êxito no mercado financeiro. Nada os substitui.

A conjugação de boa formação acadêmica com experiência profissional que se traduza em resultados mensuráveis e tangíveis é um recurso valioso. Se a eles se somarem a credibilidade e confiança, temos uma pérola rara que brilha no fundo do mar.

E é aí que uma casa de análise de investimentos pode ajudar o nosso querido Sardinha. Sem o recurso de uma consultoria para a formação de sua carteira de investimentos e para a tomada de decisões na alocação de seus recursos, a experiência no fundo do mar das finanças pode ser dura. Se fossem filmes, poderia ser a diferença entre assistir Procurando Nemo e assistir Tubarão.

Mister Sardinha

Tendo uma boa formação acadêmica e especializações em finanças, percebo a importância da experiência profissional para as análises e operações do mercado.

Para a interpretação das variáveis econômico-financeiras, o movimento dos agentes econômicos e das gestoras ou corretoras, todos são fatores importantes na leitura e interpretação de tendências, no desenho de cenários e de suas respectivas probabilidades…

Embora tendo a formação, me falta a experiência nas operações do mercado financeiro. Sou tipo um Mister Sardinha.

E como Mister Sardinha, minha sugestão para meus companheiros de fundo do mar seria: escolham uma boa casa de análise para auxiliá-los. Pesquisem as existentes e procurem avaliá-las com base em critérios, tais como:

1) Inexistência de conflito de interesses;

2) Inexistência de campanhas de marketing com ênfase em mensagens de ganhos fáceis ou imediato;

3) Consistência de resultados das recomendações ao longo do tempo;

4) Formação, experiência e credibilidade dos sócios e analistas;

5) Atendimento ao cliente.

Nem todos esses critérios são objetivos ou tangíveis. Algumas das informações necessárias podem não estar imediatamente disponíveis ou serem públicas. Ainda assim, vale a pesquisa e a reflexão antes de eleger e contratar o serviço.

De minha parte, na condição de Mister Sardinha, estou satisfeito com a escolha que fiz ao contratar os serviços da NORD. Aprendo um pouco mais a cada dia graças aos conteúdos disponíveis na forma de vídeos, áudios ou relatórios.

Posso optar pelo pacote/serviço de acordo com minhas necessidades e minha disponibilidade de tempo. Sou atendido sempre que envio uma questão ou solicitação pelos canais disponíveis. Posso formar minha carteira de acordo com meu perfil de risco e minha disponibilidade de recursos.

E minha carteira está rendendo!

Acredito que, para todos os agentes do mercado, existe uma grande oportunidade pela frente no mundo dos investimentos. E para nós, os Sardinhas, existe uma maneira de reduzir os riscos e aumentar a probabilidade de êxito maximizando os ganhos.

Por meio da seleção e contratação de uma boa casa de análise ou assessoria de investimento. Cada Sardinha deve fazer a sua própria avaliação para balizar a sua escolha com critério e sabedoria. Eu escolhi a NORD.

Bons investimentos a todos!

Mister Sardinha

Postado originalmente por: Nord Research

Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

<
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios

RECOMENDAÇÕES DE INVESTIMENTO COM RESULTADOS COMPROVADOS
A geração de riqueza para nossos assinantes é o nosso compromisso primordial. Somos uma casa de análise independente formada por profissionais com ampla experiência de mercado.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!