NORD Research

Finanças: Cabelos Brancos são Fundamentais

Postado em 03/10/2019 8:00

O novo ciclo da bolsa brasileira apenas começou, pequeno gafanhoto.

#CompreMUITAbolsa

Não resisti. Relendo o ótimo texto da Marilia neste espaço, ontem, precisei dar meu pitaco.

Estamos em um bull market. Mesmo assim, nossa bolsa está EXTREMAMENTE barata.

Desta vez não é diferente. Os ciclos são humanos. Os ciclos nunca serão diferentes, pois serão sempre humanos.

Veja comigo os ciclos do Ibovespa, em dólares:

Fonte: Economática.

Ainda estamos bem no início de nosso ciclo de altas na bolsa.

Sim, nossos ciclos são fortíssimos, altas de 21x (2.000 por cento) e quedas de -90 por cento.

Mas acabamos de sair da maior crise da história. E nossa economia mal começou a acelerar.

Estamos passando reformas que beneficiarão o país por décadas. Décadas.

Não acredita em mim?

Bolsa dá medo dos riscos

Eu também morro de medo dos riscos.

Warren Buffett, o maior investidor de todos os tempos, é o maior medroso do mundo.

Regra número 1: Nunca perca dinheiro. Regra número 2: Nunca esqueça da regra número 1.

Buffett morre de medo de perder dinheiro.

E, o medo de Buffett, o levou a procurar entender os riscos.

Bolsa é psicológico

O maior risco da bolsa é psicológico.

É se desesperar e vender nas quedas. Nas crises.

Sua cabeça vai lhe pregar peças inacreditáveis quando o mercado balançar. Foi assim com alguns dos melhores investidores do mundo na última crise.

Quem compra bolsa precisa saber onde está se metendo.

O risco vem de não saber o que se está fazendo.

A bolsa chacoalha. Chacoalha muito.

Mas os chacoalhões não significam riscos.

Os chacoalhões significam maravilhosas oportunidades de ganhar dinheiro no mercado.

Bolsa é boas empresas a bons preços

Buffett entendeu, há décadas, que olhar preços de mercado não ajuda.

Buffett entendeu que risco não é a bolsa cair. Não é a bolsa chacoalhar.

O risco real é perder dinheiro a longo prazo. O risco real é comprar um negócio ruim. Um negócio caro e ruim.

Um negócio que tem resultados piorando a longo prazo.

Nunca invista em um negócio que você não consegue entender.

Só perderemos dinheiro, a longo prazo, se os resultados das empresas caírem a longo prazo.

Se pagarmos caro por um negócio ruim.

Se pagarmos barato por resultados melhorando, a probabilidade de ganharmos,  a longo prazo, é altíssima.

Movimentos, de curto prazo, do mercado são apenas oportunidades de comprar mais barato.

Oportunidades de ganhar mais.

Bolsa não é prever a próxima crise

Sempre pareceu óbvio para o ser humano que prever o futuro é benéfico.

Pode ser em muitas outras atividades, mas não é no mercado financeiro.

O mercado financeiro é feito por pessoas. Pessoas com sentimentos, pessoas imprevisíveis, pessoas confusas e prontas para seguir a manada.

Nós achamos há muito tempo que o único valor dos previsores é fazer os videntes se saírem bem. Até hoje, Charlie e eu continuamos a acreditar que as previsões de curto prazo de mercado são veneno e deveriam ser trancafiadas em um lugar seguro, longe das crianças e também dos adultos que se portam no mercado como crianças.

Previsões de curto prazo são veneno.

Bolsa é só para os tubarões

Mas os tubarões se portam como crianças – forçadamente ou por vontade própria.

Um grande gestor, quando toma resgates, é obrigado a vender ações, quando deveria comprá-las.

Um grande gestor, quando perde da bolsa por alguns meses (curto prazo) é cobrado por seus clientes performance melhor.

Os grandes gestores são adultos que se portam como crianças.

Você não precisa ser um gênio. Investir não é um jogo onde o cara com 160 de QI ganha do cara com 130 de QI.

A pessoa física tem condições muito melhores de investir, racionalmente, a longo prazo do que os grandes tubarões da bolsa.

Seja, você, um tubarão da bolsa.

Bolsa é para o longo prazo

Se não sabemos o que acontecerá no curto prazo, devemos focar no longo.

No longo prazo as ações acompanham os resultados das empresas.

Se compramos empresas, a bons preços, com bons resultados, a longo prazo, teremos sucesso em nossos investimentos.

Se você não está pensando em segurar uma ação por 10 anos, nem pense em segurá-la por 10 minutos.

O longo prazo é, simplesmente, o tempo que demora para as ações atingirem preços razoáveis.

O longo prazo é, simplesmente, o tempo que demora para o preço das ações refletir os bons resultados das empresas.

Podem ser 10 anos, podem ser 6 meses.

Quem define o longo prazo é o mercado.

Bolsa é para quem tem cabelos brancos

Acredite, todas as dúvidas que você tiver já foram respondidas por Warren Buffett.

Com 74 anos de experiência comprando ações e 42 cartas anuais publicadas (mais 13 anos de cartas para seus sócios nas partnerships), Buffett já disse muito.

Buffett já errou muito. Buffett já pensou muito. Buffett já disse muito.

Quando as pessoas me dizem que aprenderam por experiência, eu as digo que o segredo é aprender com a experiência de outras pessoas.

Investir no mercado de renda variável requer experiência.

Eu, felizmente ou infelizmente, ainda não tenho os cabelos brancos necessários para entender os ciclos, o mercado, as oportunidades e os riscos.

Por isso, busco ajuda de quem tem.

Bolsa é para sempre

Estamos iniciando um novo ciclo de bull market.

Este ciclo pode ser um dos maiores que já vimos na história brasileira.

Mas nem precisa. Se for um ciclo normal, como os outros que vimos no primeiro gráfico desta newsletter, podemos multiplicar nosso capital por 20x.

Um mil reais viram 20 mil. 20 mil viram 400 mil. 400 mil viram 8 milhões. 8 milhões viram 160 milhões.

Dependendo das reformas que aprovarmos hoje, o ciclo pode ser ainda maior que 20x.

No Investidor de Valor, estamos preparados para o ciclo.

Mas não sabemos o que poderá acontecer. Nosso único conforto é procurar aprender com quem já viu (muitas vezes) o que veremos nos próximos anos.

Desta vez não é diferente. Os ciclos são humanos. Os ciclos nunca serão diferentes, pois serão sempre humanos.

#CompreMUITAbolsa.

Em observância ao Artigo 22 da Instrução CVM nº 598/2018, a Nord Research esclarece que oferece produtos contendo recomendações de investimento pautadas por diferentes estratégias e/ou elaborados por diferentes Analistas. Dessa forma, é possível que um mesmo valor mobiliário encontre recomendações distintas em diferentes produtos por nós oferecidos. As indicações do presente Relatório de Análise, portanto, devem ser sempre consideradas no contexto da estratégia que o norteia.

Postado originalmente por: Nord Research

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
Autor do blog: Nord Research

RECOMENDAÇÕES DE INVESTIMENTO COM RESULTADOS COMPROVADOS
A geração de riqueza para nossos assinantes é o nosso compromisso primordial. Somos uma casa de análise independente formada por profissionais com ampla experiência de mercado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com