Setembro Amarelo: informações e palestras - Portal MPA

Publicidade

(con)vivendo com a mente

Setembro Amarelo: informações e palestras

Postado em 08/09/2021 12:00

É muito difícil falar sobre prevenção ao suicídio, sobre saúde mental e sobre Setembro Amarelo quando o brasileiro sofre tanto todos os dias. Sofre para ter acesso às necessidades básicas de sobrevivência (saúde, alimentação, água e moradia); com os mais de 500 mil mortos pela Covid-19, bem como os tantos infectados e os afetados pela perda de pessoas queridas; enfrentando a necessidade de isolamento social; em uma sociedade egoísta e preconceituosa. No entanto, é justamente nos momentos de fragilidade que precisamos ficar mais atentos ao comportamento das pessoas próximas. A vulnerabilidade psicológica pode ser uma porta de entrada para os pensamentos negativos e para a evolução de transtornos mentais.

A palestra do psiquiatra Carlos Reche na última semana (disponível neste link) trouxe o tema suicídio de forma muito clara e objetiva. Ele mostrou dados, explicou as diferenças entre os termos usados e os comportamentos que devemos nos atentar e o que podemos fazer para ajudar quem estiver nas situações mostradas. Durante a semana o perfil do CVV no Instagram também trouxe palestras e informações sobre o tema.

Advertisement

De acordo com a OMS, mais de 700 mil pessoas cometem suicídio a cada ano no planeta. Isso fez com que se tornasse uma das principais causas de morte no mundo. O suicídio não é causado diretamente pelas doenças mentais, mas a chance dele ocorrer é maior quando elas estão presentes. Além disso, não falar sobre o tema não evita que ele esteja presente no nosso cotidiano, não evita o número de mortes crescentes e não ajuda em nada a reduzi-lo.

Na palestra, foi apresentado que separação, luto, questões sobre sexualidade, perda de emprego, rotina exaustiva e acúmulo de dívidas são motivos para nos deixar alertas em relação aos nossos conhecidos. Se você conhece alguém passando por alguma dessas dificuldades, talvez seja uma boa hora para ligar, mandar uma mensagem e/ou procurar a pessoa para que ela saiba que não está sozinha. É muito importante indicar lugares e formas de encontrar ajuda, como falei nesse post. No site do Setembro Amarelo, você consegue encontrar médicos associados à campanha e cartilhas com várias informações relacionadas ao tema. 

Não deixe de compartilhar, de divulgar e disseminar o assunto saúde mental e participe da campanha Setembro Amarelo!

Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

<
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
Autor do blog: Júlia Nogueira

Sou a Júlia Nogueira, tenho 24 anos e fui diagnosticada com ansiedade e depressão há alguns anos. Neste blog, pretendo compartilhar artigos com um pouco do que aprendi e aprendo todos os dias, para ajudar e acolher quem passa por dificuldades semelhantes. É importantíssimo lembrar que você nunca está sozinho, que você faz a diferença e que é possível conseguir ajuda!

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!