BLOG DO GU FREITAS – Jogou no rival? Contratei!

Postado em 10/03/2020 19:16

A era Sampaoli está apenas começando e já temos o primeiro decreto da cartilha do treinador bom:

1.º – É fundamental que o goleiro saiba jogar com os pés, pois é ele quem inicia as jogadas.

Todo treinador bom tem esse entendimento e não me recordo de treinadores famosos brasileiros pensando da mesma maneira. Talvez seja por isso que estão ficando cada vez mais sem espaço.

Pensando nessa posição de goleiro, vale o questionamento de porque o Atlético contratou Rafael, ex-goleiro cruzeirense. Ele também tem que pelo menos aprender a iniciar as jogadas, pois nunca fez isso na raposa.

Estou pressupondo que Sampaoli irá ensiná-lo, mas está claro que não foi pedido do técnico e que o mesmo está atrás de um novo nome.

O Atlético tem Victor, ídolo e excelente goleiro. Tem Michael que começou bem e tem potencial para buscar seu espaço e é jovem. E agora tem Rafael. Três goleiros de bom nível, e que pelo menos dois deles, ganham uma fortuna por mês.

Se Sampaoli não pediu e tampouco o Galo necessitava de um goleiro com um salário alto para ser reserva, o motivo que levou Sette Câmara a contratar Rafael foi porque ele era do rival?

Os erros se repetem

Quando o atacante Fred veio para o Cruzeiro a análise era parecida, Mano Menezes não gostava de um centroavante com o estilo mais paradão. Tanto que Ábila e Barcos foram dispensados facilmente por Mano.

Se Mano não queria e o Cruzeiro não precisava investir alto, obviamente a contratação foi para fazer barulho da troca entre rivais. O responsável pela burrice foi Itair Machado, que segue sendo investigado mais uma vez em sua vida!

O jogar para a torcida pode custar caro e com dinheiro não se brinca. Ainda mais quando ele está escasso. Sette Câmara está pressionado e abandonou completamente o discurso de austeridade.

Rafael é um excelente goleiro, mas se ele ficar no banco, será dinheiro jogado fora. O Galo poderia ter contratado outro atleta em um setor mais carente, mas optou por fazer barulho ao invés do planejamento.

Me ensina, Sampaoli

Para não ser mais uma contratação idiota dos clubes mineiros, Sampaoli terá que ensinar com paciência o ex-cruzeirense a jogar com os pés. Porque como diz o primeiro mandamento do treinador bom: “É fundamental ser bom na saída de bola”.

Sampaoli extrai mais de seus jogadores e tem capacidade de ensinar, melhorar e corrigir os jogadores atleticanos. Só nos resta esperar e ver onde vai dar a era Sampaoli no Galo.

 

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: Este conteúdo é protegido!