Publicidade

Blog do Leo Lasmar

Blog do Leo Lasmar – Cruzeiro ainda à procura do time “certo”.

Postado em 15/03/2021 13:10

O Cruzeiro completa o primeiro mês de trabalho com Felipe Conceição nesta segunda-feira, encerrando uma maratona de partidas neste primeiro período. Foram cinco jogos em 16 dias, desde a estreia no Campeonato Mineiro, em 27 de fevereiro. Apesar de algumas intempéries, o time cumpriu objetivos traçados (estar no G-4 do Mineiro e se classificar para a segunda fase da Copa do Brasil) e ainda segue em busca dos 11 ideais com o novo comando.

Com Felipe Conceição, o Cruzeiro ainda não repetiu uma formação. Seja por dificuldades médicas ou técnicas, advindas de análises do treinador. Sinal de que o técnico cruzeirense ainda busca encontrar o formato ideal do seu time.

Advertisement

Dos cinco jogos realizados até agora, somente três atletas foram titulares em todos: o goleiro Fábio, o lateral Raúl Cáceres e o volante Matheus Barbosa. Felipe já usou variações, na formação inicial, em todas as outras posições.

Das mudanças de um compromisso para outro, a não ser no primeiro jogo, o Cruzeiro mostrou dificuldades na transição da defesa para o ataque, principalmente na ligação entre o meio e os jogadores mais ofensivos.

Tem melhorado no segundo tempo, quando faz modificações, ganha energia com as entradas e balança as redes. Foi assim que conseguiu as duas vitórias seguidas no Estadual e cumpriu o objetivo de estar no G-4 do Campeonato Mineiro na semana de preparação para o clássico com o América.

Apesar disso, vinha demonstrando uma grande diferença em relação ao ano passado: o elevado número de finalizações. Foram 28 contra o Uberlândia, 17 contra Caldense e 18 contra a URT. Pela Copa do Brasil, 15 finalizações contra o São Raimundo-RR.

Contra o Athletic, o time voltou ao padrão do ano passado, quando a média era entre 11 e 12 conclusões. Aplicou nove finalizações, uma a menos que a equipe de São João del-Rei. As dificuldades para efetuar os disparos ocorreram, principalmente, no primeiro tempo.

Outro padrão que o time de Felipe Conceição manteve foi o alto número de cruzamentos, tônica presente nas quatro partidas anteriores. Contra o Athletic, por exemplo, foram 31 jogadas desse tipo. Uma quase resultou no gol de Marcelo Moreno, na etapa final.

O gol veio minutos depois, também no segundo tempo, no primeiro pênalti da Raposa na temporada – cobrado por Moreno, que cumpriu o papel de balançar as redes na primeira oportunidade como titular. Será mantido no clássico com o América? É uma das dúvidas no começo da semana.

Será o primeiro grande desafio da Raposa na temporada. Felipe Conceição reencontrará o América, com quem fez bom trabalho em 2019 e foi contratado pelo Bragantino depois. Primeiro clássico da Raposa no seu centenário.

Por Gabriel Duarte – GE

Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

<
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios

No blog do Leo Lasmar você ficará por dentro do que está acontecendo no futebol brasileiro e do mundo, principalmente dos times mineiros: Atlético e Cruzeiro, sem esquecer, claro, do nosso Guarani de Divinópolis.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!