Blog do Leo Lasmar - Atual Cruzeiro faz torcedor acreditar no acesso. - Portal MPA

Publicidade

Blog do Leo Lasmar – Atual Cruzeiro faz torcedor acreditar no acesso.

Postado em 09/05/2022 12:54

Ainda é cedo para falar que dará certo. Somente seis rodadas disputadas na Série B. Mas o Cruzeiro de 2022, de Paulo Pezzolano, é diferente dos dois anos anteriores da Raposa. Isso é inegável. E o que se vê em campo, neste ano, alimenta o alento de voltar à elite nacional.

Contra o Grêmio, no Independência, o triunfo por 1 a 0 acrescentou mais uma pitada na esperança do torcedor. Bem ao estilo Cruzeiro de Pezzolano 2022, sem brilho, mas com muita entrega e organização.

Se não encantou os olhos, o Cruzeiro, mais uma vez, não deixou de “lutar e jogar com raça”, como a música criada pela torcida celeste como apoio para o time sair da Série B. Foi empenho até o final, com algumas doses de sufoco nos últimos minutos, mas que não ofereceram o amargor de um empate.

Um primeiro tempo, por exemplo, quase impecável defensivamente e ainda com o placar de 1 a 0, favorável.

Em um esquema com três zagueiros que vai se consolidando, o time mostrou bastante segurança defensiva, não sendo dominado pelo Grêmio em boa parte do jogo, a não ser nos minutos finais, quando as substituições não ofereceram o mesmo defensivo que anteriormente.

No ataque, se ainda falta o organizador de jogadas, um que possa pensar mais o jogo – Canesin e João Paulo, que podem fazer essa função, estão fora -, sobra boa vontade e empenho dos atacantes para desempenhar um papel ofensivo necessário.

E, quando não vai na construção, o Cruzeiro conta com a insistência para chegar ao gol. Foi assim no lance do gol contra de Rodrigo Ferreira. Brock insistiu na disputa com Lucas Silva e ganhou. Bidu lançou para a área e contou com o resvalo.

Com a dinâmica do jogo, poderia até ter ampliado o marcador, se não esbarrasse em decisões erradas ou também na qualidade do Grêmio. Por não ter alcançado mais gols, levou certo sufoco no fim, mas escapou de ser castigado.

O Cruzeiro de 2022, o Cruzeiro de Paulo Pezzolano é melhor que o dos anos anteriores. Tem organização tática, modelo de jogo compactado e muita, mas muita garra dos jogadores.

É um time que acredita em campo e sonha. Sonha em conquistar o acesso, o que será um grande feito na vida de grande maioria do elenco. Divide a liderança da Série B e contagia quem está na arquibancada para jogar junto.

Por Gabriel Duarte – GE

FUTEBOL MINAS FM