Publicidade

Blog do Leo Lasmar – Atlético avisa que quer ser Campeão.

Postado em 18/01/2021 13:18

A tabela sorri para o Atlético. 2021 começa no clube com a certeza que é possível brigar pelo título em janeiro e fevereiro e sonhar com a taça que não chega ao clube há quase 50 anos. Ser campeão é algo impossível de cravar, mas também de descartar. Na vitória de 3 a 1 diante do Atlético-GO, de concreto, foi o retorno de um desempenho em alto nível, no primeiro tempo, que construiu a vitória e aproximou o Galo da liderança.

Antes dono da primeira colocação, o Galo de Sampaoli derrapou, perdeu pontos importantes fora de casa – quando caminhou nas derrotas ao invés de somar empates – e viu a ultrapassagem de São Paulo, Internacional e até Flamengo.

Advertisement

O São Paulo somou um ponto em nove disputados. O Atlético veio na contramão, são sete. A distância está em quatro pontos para o líder, e com um jogo a menos. Em um cenário recente, o Atlético precisava tirar sete pontos de frente da equipe de Fernando Diniz, sem ter jogo atrasado. A tabela sorri (ainda que o Inter tenha vencido o Fortaleza e fique a um ponto do líder). Na próxima rodada, haverá o duelo São Paulo x Internacional, quando o Galo irá visitar o Grêmio, que também está no bolo do G-4.

Depois de tomar dois sustos do Atlético-GO, os comandados de Jorge Sampaoli mostraram aperfeiçoamento no jogo aéreo. Antes, porém, contaram com o brilhantismo de Hyoran no primeiro gol. Boa jogada de Keno pela esquerda, a bola ficou viva na entrada da área, o meia matou no peito e mandou um belo chute no ângulo. Tranquilidade somada aos lançamentos de Savarino. Em um deles, Junior Alonso ampliou.

O Dragão só foi crescer na partida quando era tarde demais. Aproveitou a saída do volante Jair – que marcou o terceiro gol, novamente de cabeça – e, com o ataque recheado de atacantes, diminuiu o marcador na falha do sistema defensivo do Galo.

Primeiro, Guga e Allan não mataram a jogada no meio, e Wellington Rato deixou Réver comendo poeira na corrida. Tocou livre para Janderson rolar sem goleiro, com a marcação de Alonso e Arana mal posicionada. Um pequeno abalo em um jogo controlado, mas de um segundo tempo em que a pouca pegada ficou marcada.

Jorge Sampaoli disse que “realmente não sabe” até onde o Atlético poderá chegar no Campeonato Brasileiro. “Cada jogo e cada circunstância de jogo será de extrema pressão”. Não depende apenas do Galo. Mas a tabela sorri, convidando o Atlético a subir, tendo uma batalha-chave contra o Grêmio na quarta-feira, em Porto Alegre, onde não vence o time de Renato Gaúcho desde 2013, pelo Brasileiro.

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!