Blog Amor Exigente

Amor exigente fecha o principio da crise ensinando regra simples para quem quer mudar de vida

Postado em 31/08/2019 8:00

Nos sete princípios anteriores, nós nos vimos, nos avaliamos e decidimos que era o momento de tomar atitudes novas ASSUMIR POSIÇÕES, sermos firmes e perseverantes e com certeza esse posicionamento nos leva “A CRISE. ”

Quando chegamos ao AMOR-EXIGENTE, embora naquele momento não tivéssemos a devida consciência, com certeza era um momento de CRISE, por isso fomos buscar recursos no grupo de apoio. Sem saber estávamos no nosso fundo de poço, não entendíamos o que estava acontecendo, tudo era muito novo, a única certeza era que estávamos sofrendo e que doía muito. Essa foi a nossa “CRISE. ” O nosso limite foi quando percebemos que todo o amor que sentíamos pelo nosso familiar problema, agora era ódio, raiva e medo. Muito medo! Enquanto ele também mentia para nós, nos roubava e nos enganava.

Antes do grupo de apoio já havíamos feito várias tentativas de solucionar os problemas, desde o esforço do bom diálogo, sermões, chantagens, brigas, mas todas fracassadas, porque ele, o dependente, era o gerador da CRISE, e quem gera a CRISE é quem a administra, portanto foi ele o tempo todo quem deu o tom da música que nós estávamos dançando. Éramos marionetes. Então nos parece óbvio que precisamos mudar isso, nós é que temos que gerar a crise, para que também sejamos nós a administrá-la, sejamos nós a dar o tom da música que ele vai dançar.

Ao criar a crise precisamos estar livres dos sentimentos de ódio, raiva, vingança, medo e principalmente temos que ser corajosos e verdadeiros. Nós somos a geração do sim e se não sabemos dizer não nem aos amigos, como vamos dizer não a família? Temos dificuldades em impor caminhos sensatos e coerentes com os princípios da vida que devem direcionar relações familiares saudáveis e amorosas. Para gerarmos uma CRISE positiva e construtiva temos que resgatar a nossa autoridade e nos preparar para receber as chantagens, jogo emocional, agressões verbais, morais e físicas, e também para graves desentendimentos familiares! Crises implicam em dor e insegurança, mas também criam oportunidades de uma mudança real, de romper com o passado deixando surgir um novo horizonte, abrindo novas possibilidades. Para a felicidade geral da família, devemos escolher a alternativa que melhor atinja o nosso objetivo mesmo que não seja o mais fácil.

A crise não pode ser evitada, mas pode ser controlada bastando para isso adotar os doze princípios do AMOR-EXIGENTE como nossos próprios princípios de vida. Questões que envolvem princípios de vida são inegociáveis. Para que não precisemos retroceder nas atitudes e decisões tomadas, devemos só dar passos do tamanho de nossas pernas.

Devemos estar alertas e sermos capazes de por AMOR a nós e a nossos familiares, fazermos o que precisa ser feito, sem pena deles ou de nós próprios. Quando criamos CRISES corremos o risco de dar certo. Usar a palavra mágica é o caminho:

DEFIFOREXE

Definir objetivos –. Fixar prioridades – Formular planos e metas – Executar meta por meta.

Quando tomamos a decisão de construir no bem não precisamos temer a falta de recursos.

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
Autor do blog: Amor Exigente

E um canal destino a levar a mensagem de incentivo e reflexão proposta pelo grupo Amor Exigente.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com