Padre Bento fala sobre afastamento e justifica porque pegou dinheiro emprestado com fiéis

Postado em 11/08/2017 14:07

Foto: Diocese de Divinópolis

Após a Diocese de Divinópolis anunciar em nota o afastamento do Padre Bento Mateus Borges, de 73 anos, o sacerdote se manifestou sobre ocorrido pelas redes sociais.

De acordo com o Padre, a penalidade está sendo cumprida por ele desde 1º de junho e garante não ter feito nada “que pudesse ofender o sacerdócio ou a igreja” e sim a dívidas com fiéis. “A penalidade se refere apenas a dívida que assumi com terceiro relacionada aos aluguéis de minha irmã e necessidades financeiras. Por isto, tive que pegar dinheiro emprestado e fui denunciado. Estejam certos de que estou acertando com cada pessoa que me emprestou e me ajudou no momento que precisei”, informou.

Leia também: Diocese de Divinópolis divulga nota de esclarecimento sobre a situação de Padre Bento Mateus Borges

Padre Bento falou sobre o “remédio amargo” da penalidade recebida e pediu orações aos fiéis. “Aqueles que me conhecem sabem da minha espiritualidade, sabem do meu serviço prestado à Igreja durante 43 anos de vida sacerdotal. Acreditem, o remédio está sendo amargo e forte demais para um simples padre que não tem nada mais do que o seu Sacerdócio e o serviço a seus irmãos para viver. Minha vida está nas mãos do Senhor, assim como o barco nas mãos do oleiro! Peço às orações de cada um de vocês! Estou celebrando todos os dias, sozinho, dentro do meu quarto e também rezarei por cada um que de vocês!”, disse.

Leia a íntegra da publicação de Padre Bento Mateus Borges no Facebook

Meus caros irmãos em Cristo, meus amigos

Gostaria muito de gravar um vídeo, mas este coração velho e enfraquecido, não conseguiria expressar o que estou passando.

“DEUS É BOM O TEMPO TODO! O TEMPO TODO DEUS É BOM!”

Fui para o Seminário com 12 anos de idade e quando criança, o que mais gostava de fazer era “brincar de celebrar missa”.

Sou Sacerdote por Vocação e minha vida é e sempre será o Sacerdócio!

Com relação à penalidade que recebi, estou cumprindo por obediência ao meu Bispo desde o dia 1° de Junho deste ano.

Posso lhe garantir que não fiz nada que pudesse ofender meu Sacerdócio ou mesmo minha Igreja. A penalidade se refere apenas a dívida que assumi com terceiro relacionada aos aluguéis de me irmã e necessidades financeiras. Por isto, tive que pegar dinheiro emprestado e fui denunciado.

Estejam certos de que estou acertando com cada pessoa que me emprestou e me ajudou no momento que precisei.

Aqueles que me conhecem sabem da minha espiritualidade, sabem do meu serviço prestado à Igreja durante 43 anos de vida sacerdotal.

Acreditem, o remédio está sendo amargo e forte demais para um simples padre que não tem nada mais do que o seu Sacerdócio e o serviço a seus irmãos para viver.

Minha vida está nas mãos do Senhor, assim como o barco nas mãos do oleiro!

Peço às orações de cada um de vocês!

Estou celebrando todos os dias, sozinho, dentro do meu quarto e também rezarei por cada um que de vocês!

Termino, deixando estas sábias palavras do nosso Santo Padre, Papa Francisco:

“O Coração do Bom Pastor é não apenas o Coração que tem misericórdia de nós, mas a própria misericórdia. Nele resplandece o amor do Pai; nele tenho a certeza de ser acolhido e compreendido como sou; nele, com todas as minhas limitações e os meus pecados, saboreio a certeza de ser escolhido e amado.”

Deus os abençoe!
Padre Bento⁠⁠⁠⁠

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: