Prefeitura reabre UEAs e culpa Governo de Minas pela crise na UPA

Postado em 14/11/2017 18:58

Depois que a Unidade de Pronto Atendimento de Divinópolis começou a atender apenas casos de urgência e emergência, a prefeitura de Divinópolis optou em colocar quatro unidades básicas de saúde para atender casos não urgentes.

Quatro unidades vão atender os casos menos urgentes – a do Bairro Niterói, São José, Afonso Pena e Central. O secretário de saúde ainda justificou que o atraso no pagamento dos médicos foi causado pela demora no repasse feito pelo Governo do Estado.

O município ainda afirmou que o Governo do Estado não fez os repasses. Segundo a SEMUSA, os vencimentos de agosto, orçados em R$ 570.451,38, serão pagos no dia 22 de novembro. O valor referente a setembro é de pouco mais de R$ 577 mil. Os valores de outubro e novembro não foram divulgados.

A UPA de Divinópolis é administrada pela Santa Casa de Formiga e são 345 funcionários. Desses, 465 são subordinados diretamente à SEMUSA, outros 185 pertencem à Santa Casa. Cinquenta e oito  médicos contratados estão sem receber desde agosto.

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: