Polícia Civil prende suspeitos de sequestrar bebê no Sul de Minas

Postado em 12/08/2017 7:18

Uma história que poderia ter terminado em tragédia foi evitada pelos trabalhos investigativos da Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), no Sul de Minas. Trata-se do sequestro de um bebê de cinco meses, no município de Cabo Verde, que resultou na prisão de três pessoas. Uma adolescente de 13 anos também foi apreendida por ato infracional análogo ao mesmo crime. O fato ocorreu na manhã de anteontem (10), quando a mãe da criança, de 22 anos, teria sido dopada e a menina levada para a cidade de Espírito Santo do Pinhal, em São Paulo.  O bebê foi resgatado e entregue à família.

Foram presos Lindaura Alves de Oliveira, 46 anos, Cíntia Tomás de Carvalho, 23, e Pedro José da Silva, 69 anos. Lindaura foi localizada em São Paulo, já Cíntia, em Andradas, e Pedro e a adolescente, em Cabo Verde, ambos os municípios do Sul de Minas.

Conforme apurado pela PCMG, Lindaura, cidadã de Cabo Verde, estaria, há muito tempo, planejando alguma forma de conseguir uma criança. Ela teria, inclusive, feito contato com enfermeiras no Hospital de Cabo Verde de modo a conseguir uma Declaração de Nascido Vivo (DNV), para que pudesse registrar uma filha em seu nome a partir de um sequestro. Ela acabou conseguindo um certidão de nascimento de pessoa inexistente com a declaração de nascido vido obtida de forma fraudulenta junto a um cartório do Estado de São Paulo, documento este apreendido pela PCMG.

Ouvida na delegacia, Cíntia confirmou que, no dia dos fatos, juntamente com Lindaura, de carona com o motorista de táxi Pedro, teria passado pela casa da vítima para pedir um copo de água, quando ocorreu o crime. 

Cíntia atesta também, em seu depoimento, que o taxista teria ciência da participação indireta no crime, uma vez que recebeu de Lindaura, quando chegaram a seu destino final, a quantia de R$ 450, valor acima do normal para o trajeto realizado – o valor habitual seria de R$ 250 a R$ 300..

A partir das acareações, restou provado pela Polícia que todos, inclusive a filha adolescente de Lindaura, tinham conhecimento e discernimento que levavam um recém-nascido no veículo conduzido por Pedro, uma vez que a criança não foi escondida, mas sim levada o tempo todo no colo de Lindaura.

Diante de informações de que a criança teria sido vista na companhia de Lindaura e de que Pedro teria sido avistado também com Lindaura, a Polícia Civil mobilizou todas as equipes da Delegacia Regional de Poços de Caldas e localizou, em um sítio localizado em Espírito Santo do Pinhal (SP), a vítima, que estava em companhia de Lindaura, presa em flagrante.

Já Pedro e adolescente foram detidos em Cabo Verde, e Cíntia, na cidade de Andradas. Eles respondem pelos crimes de pelo crime/ato infracional disposto no artigo 148, §1°, IV, c/c art.29 do CP.

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
%d blogueiros gostam disto: