Polícia Civil prende suspeitos de promover arrastões em Carmo do Cajuru

Postado em 20/04/2017 8:10

A Polícia Civil de Minas Gerais, por intermédio da 4ª Delegacia de Carmo do Cajuru, nesta quinta-feira dia 20 de abril de 2017 realizou operação em cumprimento a cinco mandados de busca e apreensão e três mandados de prisão preventiva.

As investigações iniciaram-se no mês de fevereiro e todas são ligadas a crimes contra o patrimônio na cidade de Carmo do Cajuru, de modo que culminou com a prisão de Bruno Valdinei Elias (25 anos), Jeferson Willian Elias (21 anos), Alexandre Wesley Gomides (40 anos).

Segundo o Delegado de Polícia Dr. Weslley Amaral de Castro, os investigados Bruno Valdinei e Jeferson Willian foram presos pela prática de vários assaltos em carmo do Cajuru. Ambos da cidade de Divinópolis, no período de fevereiro a Março praticaram pelo menos sete assaltos na modalidade arrastão, vitimando pelo menos 21 pessoas.

Informou ainda o Delegado que o investigado Alexandre Wesley Gomides foi preso pela prática do crime de furto qualificado pelo concurso de agentes, sendo ele suspeito de várias práticas em residências de veraneio no local conhecido como Barragem de Carmo do Cajuru.

Encontram-se ainda foragidos e com mandados de prisão expedidos pela justiça os investigados Agnaldo Correia da Silva, o qual teve a liberdade provisória quebrada, e Cristian de Anastácio suspeito de várias práticas de estelionato na cidade de Carmo do Cajuru e em Divinópolis.

Qualquer informação com relação aos foragidos poderá ser dada em contato direto com a Polícia Civil de Carmo do Cajuru pelo telefone (37) 3244-1279, ou ainda pelo disque denúncia no número 181.

Veja a reportagem:

Todos os investigados, presos e foragidos, já possuíam passagens policiais e ao final da operação foram presos e levado ao Presídio Floramar, localizado na cidade de Divinópolis.

As investigações contaram com o apoio do 16 investigadores oriundos das cidades de Carmo do Cajuru, Divinópolis e Itaúna, e com a efetiva e combativa participação dos investigadores Alisson Barbosa e escrivão Rodrigo Barbosa.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
%d blogueiros gostam disto: