Delegado destaca histórico de suspeitos de homicídios em Divinópolis

Postado em 11/08/2017 12:33

Foto: Reprodução/TV Candidés

A Polícia Civil de Minas Gerais, em Divinópolis, apresentou na manhã desta sexta-feira (11), três homens e um adolescente, suspeitos de três casos de homicídio ocorridos na cidade nas últimas semanas.

As apurações são referentes ao assassinato de Guilherme Henrique Nogueira da Silva, no dia 25 de julho, apontam Cleiton Rodrigues Silva, o “Cheiroso”, e Gabriel Nain Faria, conhecido por “Dez Real”, como suspeitos do crime. O primeiro foi morto no último dia 8.

O segundo caso ocorreu em 28 de julho, no qual Ygor Ítalo Oliveira Martins é investigado pelo atropelamento de duas idosas em Ermida, sendo que uma delas morreu em razão dos ferimentos: Maria de Lourdes da Costa, 65 anos. “O Ygor Ítalo assumiu o risco, porque estava em um veículo roubado e evadiu em alta velocidade pelas ruas de Ermida, assumindo o risco de atropelar os transeuntes. O que de fato ocorreu, ele atropelou duas senhoras e uma delas veio a óbito. Mulher com mais de 60 anos, cidadã de bem, o que nos causa mais comoção, porque ela não tinha envolvimento com o crime”, disse o delegado Marcos Henrique Mont’Alverne. 

Já na última ocorrência, a Polícia Civil investiga uma tentativa de homicídio contra policiais militares, no dia 1º de agosto. Um dos suspeitos, Diego Maycon Neves foi preso em flagrante com uma arma de fogo. O comparsa Caio Vitor Ribeiro dos Santos foi detido em uma tentativa de roubo, na última quarta-feira (9). Um adolescente de 17 anos foi apreendido em virtude de cumprimento de mandado de busca e apreensão, na segunda-feira (7). Os suspeitos estão no Presídio Floramar. Já o adolescente foi encaminhado ao Centro Socioeducativo. O Delegado Marcos Henrique Mont’Alverne destacou o histórico de alguns dos suspeitos presos e espera dar tranquilidade a população. “Esse maior, o Caio Vitor, ele já tem um homicídio que confessa ter praticado quando era menor. Já tem uma tentativa contra policiais ano passado e é um indivíduo bastante conhecido no meio policial. Esses indivíduos estão fora de circulação e darão um pouco mais de tranquilidade a população”, informou.

Delegado espera que prisão de suspeitos dê tranquilidade a população. (Foto: Reprodução/TV Candidés)

Homicídios em Divinópolis

Até o início de agosto, Divinópolis contabilizou, segundo Mont’Alverne, 37 homicídios consumados. Durante a apresentação dos suspeitos, o delegado informou que o atropelamento das idosas em Ermida que resultou na morte de uma delas, de 65 anos, será tratado como homicídio doloso. Mont’Alverne destacou que os policiais civis têm se mobilizado nas investigações e os resultados estão aparecendo. “A retirada desses indivíduos perigosos de circulação. Houve outras prisões nessa semana, de indivíduos com porte ilegal de arma de fogo que são pessoas, como o Gerinho, presos esses dias, que tem vários processos de homicídios nas costas. Essas pessoas quando estão soltas, elas vão praticar outros crimes porque é a profissão delas. Elas não podem conviver em sociedade”, finalizou.

Veja a entrevista coletiva do delegado Marcos Henrique Mont’Alverne

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: