Deputado Jaime Martins faz críticas ao presidente Temer que tem deixado de por recursos em Minas Gerais

Postado em 14/11/2017 7:25

O deputado federal Jaime Martins (PSD) foi o convidado desta segunda-feira, 13 do programa Café com Política da Rádio Super Noticia de Belo Horizonte. Um dos assuntos abordados pelo deputado foi justamente o descaso dos últimos governos com o estado de Minas Gerais. Um dos mais importantes na contagem de votos e eleitorado.

A entrevista foi aberta com o parlamentar comentando sobre o “ressurgimento” do senador Aécio Neves. Durante a convenção estadual da legenda que elegeu o novo presidente do partido em Minas Gerais, Aécio afirmou que é candidato em 2018. Segundo Jaime Martins este posicionamento é um assunto interno do PSDB, mas afirmou que a população vai demorar um tempo para digerir as graves acusações enfrentadas pelo Senador.

Em outro trecho Jaime fala sobre sua atuação na Comissão de Viação e Transportes do Congresso e a Comissão de Desenvolvimento Urbano. O deputado enfatizou que sempre defendeu o desenvolvimento do transporte ferroviário como uma solução para os problemas de mobilidade urbana. Na ocasião anunciou a liberação de recursos para o desenvolvimento da área em Betim.

No próximo dia 22 de novembro será feito a liberação de uma verba de 170 milhões de reais para cidade. O projeto prevê a construção de trincheiras, viadutos e passagens eletrônicas. Neste momento da entrevista o deputado Jaime Martins fez criticas ao Governo Federal. Jaime atribuiu aos governos à falta de evolução do metro em Belo Horizonte. O deputado disse que o presidente Michel Temer tem faltado com Minas Gerais. Um estado que ele deve muito. “Minas Gerais não tem ministério, não tem cargo, nem no judiciário. Falta prestigio do presidente e recursos do Governo Federal”.

Para encerrar a entrevista o deputado Jaime Martins falou sobre o projeto que pôs fim a imunidade parlamentar. Jaime foi relator do projeto. Um dos pontos levantados por ele era justamente a inversão da lei. A legislação foi criada para defender e proteger o parlamento e a democracia e não os políticos criminosos. Com o fim da imunidade o deputado espera que a política possa evoluir e crescer nos próximos anos.

Veja a entrevista:

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: