Comissão de Saúde vai elaborar documento de repúdio a decisão da prefeitura de fechar UEAs em Divinópolis

Postado em 13/09/2017 9:34

Os parlamentares usaram ontem o plenário da Câmara para protestar contra a decisão da prefeitura de fechar as Unidades de Sáude que atendem com carga horária estendida. AS UEAs estão hoje em quatro bairros diferentes. A proposta do projeto é oferecer atendimento até as 22 horas e desta forma desafogar a UPA que já trabalha com sobrecarga.

Por meio de nota oficial à imprensa, A Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) informou que, diante da baixa demanda registrada nas quatro Unidades Especiais de Atendimento (UEA’s), a prestação de serviço será reavaliada. O objetivo é permitir melhor aproveitamento de profissionais contratados para serviços em outras unidades de saúde e, assim, melhorar a cobertura em toda a cidade. O custeio das UEA’s é exclusivamente feito pelo município. No novo formato proposto, a responsabilidade poderá ser compartilhada com os demais entes federados.

O presidente da Comissão de Saúde do Legislativo Renato Ferreira fez críticas pesadas a decisão do executivo. Segundo ele, a maior preocupação com o fechamento das unidades seria o sobrecarregamento da UPA, que teria então cerca de mais 100 pacientes para atender durante o dia, visto que cada unidade atende aproximadamente 25 pessoas até as 22 horas. Em uma parte do seu pronunciamento o vereador Delano fez a proposta de confeccionar um documento exigindo a mudança de postura da prefeitura. O presidente da comissão aceitou a sugestão e disse que será elaborado o documento onde será solicitada a assinatura de todos os 17 vereadores.

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
%d blogueiros gostam disto: