Sem aprovação do Município, ex-vereador “Geraldinho da Saúde”, assume gestão da UPA

Postado em 06/12/2017 8:26

O Prefeito de Divinópolis, Galileu Machado, em contato na manhã desta quarta-feira (6), por telefone, com a equipe de Jornalismo da Rádio Minas, confirmou que o ex vereador José Geraldo Pereira conhecido como Geraldinho da Saúde, também secretário de saúde da cidade de Formiga, assume interinamente a Gestão da UPA Padre Roberto (UPA 24h). Geraldinho ficará na UPA até o período de transição do fim do contrato.

De acordo com o Prefeito, a decisão é da Santa Casa de Formiga, que hoje tem a responsabilidade de gerir a Unidade. Vale ressaltar que não teve a participação política do município de Divinópolis. Apesar da intervenção do novo gestor, o município de Divinópolis, já acionou a Justiça para solicitar que seja encaminhado um Perito para que seja feito o conflito financeiro das contas e definir quais as instituições devem hoje o município de Divinópolis. Dentro deste processo, o município pede rompimento de contrato e pagamento de multa. 

Segundo o Poder Executivo, os médicos que hoje são de responsabilidade do município estão com salários em dia e os funcionários que estão com salários atrasados pertencem a Santa Casa de Formiga que não tem feito a quitação dos débitos. 

Conforme a edição do Gazeta do Oeste desta quarta, Geraldinho esteve na tarde da última terça na UPA onde se reuniu com a equipe. Segundo o novo gestor, o convite para assumir a superintendência  surgiu há cerca de duas semanas.

Apesar de ter atuado como vereador em Divinópolis entre 2009 e 2012, ele afirma que vai trabalhar somente como gestor no período da transição, depois ele retorna para a pasta em Formiga. “O mais importante nesse momento é garantir assistência humanizada e batalhar para que isso aconteça. Nós enquanto Santa Casa, podemos conduzir essa transição com todos agentes participando com o Município, a Santa Casa, juntamente com o Ministério Público, para que, de fato, a situação se resolva”, explicou Geraldinho.

Embora ele não fala em datas para o término da transição, a Prefeitura afirma que a previsão é que o contrato seja reincidido no dia 1º de Julho de 2018. Com o anulamento do contrato, a Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) irá abrir um novo processo licitatório para que uma empresa de gerenciamento exclusivo de RH assuma a gerência da UPA. 

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: