Abusos em ônibus lideram o ranking de assédios no Brasil. Um crime mais comum do que se pensa.

Postado em 11/10/2017 8:08

Um crime mais comum do que se pensa, mas que muitas vezes passam despercebido por falta de informação, denuncia ou impunidade. Um levantamento da Polícia de São Paulo, mostra que os números representam um aumento de 46% em relação ao mesmo período do ano passado. As denúncias cresceram desde que, há um mês, o ajudante de pedreiro, Diego Ferreira de Novais, de 27 anos, foi preso por atacar duas mulheres em ônibus de São Paulo na mesma semana, mas ainda abaixo do necessário.

A impunidade ainda é apontada como a principal causa do aumento dos crimes. Na maioria das ocorrências, os suspeitos não ficaram presos. Os abusadores na maior parte das vezes se aproveitam das situações. Na superlotação de ônibus principalmente em horários de pico os usuários se espremem uns contra os outros em busca de espaço. Esse roçado facilita “mãos bobas” nada bobas, sussurros indecorosos e encoxadas propositais. Atitudes consideradas assédio.

Para se ter uma ideia da gravidade do problema o levantamento, que entrevistou 1.092 homens e mulheres, aponta o transporte público como o local onde mais ocorre assédio às mulheres: 35% dizem já ter sido alvo de algum tipo de assédio nesses apertos. 22% delas dizem ter sofrido assédio físico, enquanto 8% foram alvo de assédio verbal e 4% de ambos. Em seguida ao transporte público, os palcos de assédio são a rua (33%), a balada (19%) e o trabalho (10%).

Para tentar combater este mal um dos caminhos que os órgãos de segurança pública te adotado é oferecer informação a população. Vítimas bem informadas tem mais capacidade de reconhecer os agressores e o crime. Veja abaixo a descrição dos casos de assédio.

O QUE É?

Assédio verbal

Palavras desagradáveis, ameaças ou cantadas sem consentimento de ambas as partes. É uma contravenção penal e o autor pode ser multado.

Ato obsceno

Ação de cunho sexual em local público a fim de constranger ou ameaçar alguém. É crime.

Assédio sexual

Constrangimento ou ameaça para obter favores sexuais feito por alguém de posição superior à vítima. É crime.

Estupro

Obrigar alguém, perante violência ou ameaça, a ter relações sexuais ou a praticar outro ato libidinoso. É crime.

Aprenda a identificar os crimes na reportagem produzida pela Futura: 

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: