Mano tem novo problema com árbitro, é expulso, mas pede perdão: ‘Nos enganamos’

Postado em 28/11/2016 18:07

Após viver problemas com o árbitro Rafael Traci no jogo contra o Botafogo, no Mineirão, ainda em setembro, desta vez Mano Menezes mudou sua postura. Expulso por excesso de reclamação na derrota para o Internacional por 1 a 0, em Porto Alegre, o treinador pediu perdão em sua entrevista coletiva e disse que errou.

“A reclamação foi veemente porque nós tínhamos certeza que era pênalti. Mas nos enganamos. Como procuro ser justo e correto com todo mundo, quero pedir desculpas ao Marcelo. Ele fez uma arbitragem da qual nós não temos nada para reclamar. Só pensamos naquele momento que teria um lance, mas olhei pela televisão e vi que não foi pênalti. E a minha expulsão foi justa, pois reclamei com a veemência que naquele momento do jogo não poderia ser permitido”, afirmou o treinador.

Quando sofreu problemas com Traci, o treinador questionou várias decisões do juiz, na derrota por 2 a 0, no Mineirão. Na época, o técnico chamou o trio de arbitragem de “sem vergonha”. Além do cartão vermelho contra o Botafogo, Mano ainda precisou cumprir quatro jogos.

Sobre a derrota, deixa o Internacional vivo na luta contra o rebaixamento, Mano Menezes explicou que a equipe não soube aproveitar as oportunidades criadas e falhou na hora do combate, no chute de Valdívia.

“Na minha avaliação, não aproveitamos bem para definir as oportunidades ou criar a última etapa delas com qualidade. Tivemos volume, espaço, mas conclusão que é bom foi pouco. Falamos sobre isso no intervalo. Jogamos mais (o primeiro tempo), mas a chance perigosa foi do Internacional, numa cobrança de falta em que Rafael fez boa defesa. No segundo tempo colocamos força ofensiva, mas sofremos gol em um contra-ataque de escanteio, o que não pode acontecer. Falhamos no rebote defensivo. Corremos atrás por 60 metros, não fizemos a falta e tomamos o gol. Ainda criamos duas oportunidades claras, uma com Robinho e outra com Ábila, mas aí ficou um pouco mais difícil de fazer, pois o jogo parou muito. Saímos derrotados de um jogo que poderíamos ter vencido”, disse.

O Cruzeiro volta a campo no próximo fim de semana, contra o Corinthians, no Mineirão. A equipe não terá Mano Menezes no banco de reservas, por ter sido expulso no jogo contra o Internacional.

 

 

Fonte: ESPN.com

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
%d blogueiros gostam disto: