Após denúncia de pirataria, peças são apreendidas em loja oficial do Atlético

Postado em 14/12/2016 19:03

Além dos problemas de distribuição e não repasse de verbas, a parceria da Dryworldcom o Atlético-MG ganhou um novo capítulo ruim.

Na tarde dessa terça-feira, oficiais de justiça foram até a loja do Galo, na região centro-sul de Belo Horizonte, e recolheram todas as camisas 3 da agremiação com a acusação de pirataria.

A denúncia partiu da Rocamp, empresa responsável por produzir as peças da Dryworld no Brasil. No entanto, a Tecnotêxtil, que se tornou parceira do clube, produziu as camisas, algo não permitido em contrato por causa da exclusividade.

Segundo o proprietário da Rocamp, Edson Campagnolo, foi observado, inclusive, a marca e o CNPJ, o que configuraria crime de estelionato.

Apesar disso, o Atlético confirmou, em contato com a reportagem, que todo problema não afeta em nada o clube e as fábricas terão que se entender.

O clube, porém, pode ir a justiça para atender aos interesses dos lojistas que comercializaram os produtos.

 

Veja na integra:

 

 

 

Fonte: ESPN.com

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: